sexta-feira, dezembro 01, 2006

It's fun to live at the...

Este está muito baril (via P.Z. Meyers, do Pharyngula).

5 comentários:

  1. Engraçado mas não sei ate que ponto desrespeitoso...é mais uma vez a questão dos limites..

    ResponderEliminar
  2. Eu acho que só se pode desrespeitar pessoas. As ideias, conceitos, crenças, e outras coisas abstractas que tais não tê, que ser respeitadas nem podem ser desrespeitadas.

    Por muito que alguém acredite que 2+2=4 não se pode desrespeitar o 2+2=4...

    Se tiver tempo faço uma posta acerca disso... (pode ser que seja desta que meto uma argolada ;)

    ResponderEliminar
  3. Por vezes o desrespeitar crenças não poderá criar tristeza em alguém? Será que dar uma risada de alguns segundos (devida à brincadeira), tal como eu dei quando vi a foto, será importante o suficiente (ou justificável) para criar esse mal-estar em alguém?

    PS: Tem boa memoria senhor Ludwig...já nem me lembrava desse comment, quanto mais você que tem que os ler/responder a todos…a argolada há-de vir sim...não que eu ganhe algo com isso, mas para ser justo com todos, pois todos as metem de vez em quando…e você parece que esconde as suas… ;)

    ResponderEliminar
  4. poder criticar (ou gozar com) ideias livremente tem muito mais benefícios do que gargalhadas de alguns segundos.

    Se as pessoas se habituarem a viver num mundo onde as ideias são livremente criticadas (e gozadas) deixam de ficar tristes com isso. Isso educa-se.

    ResponderEliminar
  5. A justificação do Ludwig vai de encontro ao que postei no seguinte artigo:

    http://www.heldersanches.com/2006/11/16/tolerancia-de-ideias-e-pessoas/

    Eu também acho que em matéria de respeito e tolerância é diferente a relação que se tem com as ideias , conceitos ou crenças e com quem as subscreve.

    Ludwig, se não se importa vou usar a imagem - com a devida referência, claro!

    ResponderEliminar

Se quiser filtrar algum ou alguns comentadores consulte este post.