domingo, fevereiro 24, 2008

Snowboard.

O meu irmão Bruno pratica snowboard, já foi instrutor de snowboard (1) (mais ou menos) e agora participa num concurso de design de snowboards. Estes são os desenhos com que concorreu.



Agora só precisa de votos para ganhar um Suzuki Grand Vitara e não ter que pedir boleia aos amigos para fazer snowboard. A votação é até dia 28. Se quiserem dar uma ajudinha ou se isto vos interessa é só seguir as ligações que ele dá no KrippArt.

1- Bruno Krippahl, 27-1-08, Guia do Basófias

30 comentários:

  1. já votei, está a correr-lhe bem já tem uma das pranchas em 24 lugar. Mas para ficar nos 5 primeiros ainda tem muito que subir por isso pega aí nos teus alunos e "convida-os" a votar.
    Tipo votam ou chumbam ;)

    ResponderEliminar
  2. Preciso do dobro dos pontos, mas ja foi uma escalada fantástica.

    ResponderEliminar
  3. Está muito boa, eu já dei o meu voto :)

    ResponderEliminar
  4. Manuel Damit25/02/08, 00:42

    Sempre pode por no mailing list de Pensamento critico, suponho que o pessoal não se vai importar e ainda da uma ajudinha.

    O meu voto já la esta.

    ResponderEliminar
  5. Manuel,

    Agradaço a sugestão, mas prefiro não usar as listas das disciplinas para coisas que não tenham a ver com as disciplinas. SPAM, mesmo com boa intenção, é sempre SPAM :)

    ResponderEliminar
  6. António Parente25/02/08, 09:20

    Eu votei nos concorrentes do jovem Kripp.

    Ludwig

    Parabéns pela resposta das 9:16. Vai-se ver o manel é um criacionista disfarçado.

    ResponderEliminar
  7. António,

    «Parabéns pela resposta das 9:16. Vai-se ver o manel é um criacionista disfarçado.»

    Já não consegue fazer um único comentário que não inclua um ataque pessoal? Ainda por cima cada vez fazem menos sentido...

    ResponderEliminar
  8. António Parente25/02/08, 11:48

    Ataque pessoal, Ludwig? Onde? Dei-lhe os parabéns e diz que é um ataque pessoal?

    ResponderEliminar
  9. Dar os parabéns não é um ataque. Mas chamar a alguém criacionista disfarçado, se não é ataque disfarça muito bem.

    ResponderEliminar
  10. António Parente25/02/08, 12:51

    Ludwig

    Não houve ataque pessoal nenhum. Está equivocado. Utilizei a ironia, nada mais.

    ResponderEliminar
  11. Estranho, estranhíssimo, como todos nós estamos sempre equivocados no que toca as intenções do AP. Defeito nosso, sem dúvida, provavelmente falta de fé.
    Cristy

    ResponderEliminar
  12. António Parente25/02/08, 13:31

    Cristy

    Já não consegue fazer um único comentário que não inclua um ataque pessoal? Ainda por cima cada vez fazem menos sentido...

    ResponderEliminar
  13. Irei ver. Se o design das pranchas do seu irmão me agradar mais que o dos outros concorrentes, votarei nele. Se não me agradar não o farei.
    Curioso verificar que os Krippahl não são imunes à cunha :)

    ResponderEliminar
  14. Anónimo

    Cunha, marketing agressivo e amizade não são a mesma coisa. Reconhecer um talento então não tem nada que ver com cunha!

    ResponderEliminar
  15. Wig

    Nada me importo de contribuir desde que o artista nos fale da sua arte. Porquê o esqueleto, a radiografia... a ideia da morte? ironização do risco dos desportos na neve? (eu até conheço um norueguês com um pedaço do crânio em platina, para corroborar a ideia). Queremos ouvir o artista.

    E ele que não me faça como a Palmira que não me liga nenhuma. Venho do De Rerum tão transtornado que estou capaz de regar o meu bonsai em excesso.

    ResponderEliminar
  16. O post do guia do bazofias é do mais hilariante que existe. NO entanto devo dizer que a aluna em questão AKA a minha irmã agradece que votem no Krippahl, qualquer coisa de partilhar as pranchas, não entendi nada ;)

    ResponderEliminar
  17. Bruce

    O bonsai não tem culpa, coitado! Diz a mulher que desistiu de criar bonsais porque secaram todos (eu sou uma vegetariana de meia tijela).

    O artista não fala da sua obra: isso é para os críticos de arte. Dito isto, se um ossito do braço é ideia de morte... tadinho do bonsai!

    ResponderEliminar
  18. Lamento. Não posso votar uma peça com base na dialéctica osso inteiro / osso partido.

    Apenas as palavras do autor me poderiam resgatar da aridez interpretativa.

    ResponderEliminar
  19. Bruce

    E o apelo e interpretação de um vegetal com grande amizade a um artista e que iniciou uma onda de posts com marketing agressivo?

    http://aboborapequenina.blogspot.com/2008/02/como-reconhecer-um-grande-talento-fazer.html

    ResponderEliminar
  20. Abobrinha:

    O seu consultório impressionou-me. Vejo que a especialidade é a análise da libido em toda a extensão narcisista-objectal mas vou perguntar-lhe cruamente: estará à altura de me acompanhar por consulta num problema estritamente platónico? Em linhas gerais o que pretendo é conquistar e viver feliz com a Palmira sem a minha mulher saber.

    Por favor faça-me saber da sua disponibilidade.
    Quanto às pranchas estou na mesma.

    ResponderEliminar
  21. Bruce

    Não conheço a Palmira nem os seus gostos nem o critério das suas respostas às provocações várias (pode ter que ver com a carga de aulas e reuniões da Faculdade, por isso pode valer a pena estudar os posts). Já a vi responder a provocações leves e a pesadas, como já a vi a ignorar ambas. Uma gaja esperta desperta sempre paixões, não é? Ou invejas. Mas deixa poucos indiferentes! É continuar a tentar! Isso ou publicar algo e indicá-la para referee se for dada essa hipótese.

    Contudo, se é platónico não é preciso ser correspondido, pelo que basta marcar presença e saber que o objecto do amor platónico está do outro lado a ler as nossas provocações. A parte mais fixe é que é perfeitamente indiferente se quer saber ou não: assim como assim, é um amor que só vem de um lado, pelo que elimina a trapalhada de agradar a dois. Aliás, todos os relacionamentos entre casais deviam envolver só uma pessoa: era muito mais simples!

    Fazemos assim: eu ofereço duas consulta grátis sobre o assunto amor platónico esta sexta-feira e uma assinatura grátis do meu blogue em troca de 2 votos na prancha do Herr Krippmeister. Está bem assim? Pleeeeeeeeeeeeeeeeease!

    ResponderEliminar
  22. Sempre gostei muito mais de gajas espertas do que de gajos espertos, é verdade! (começo já a gostar da sua metodologia) Mas isso de certa forma conflitua com o meu pénis irrisório e com toda a falta de auto-confiança que lhe subjaz. Quando lhe falo em "platonismo", refiro-me apenas ao receio de subitamente ficar sem calças diante de um enorme anfiteatro (plateau, não Platão) que estala a rir nesse instante.

    O melhor mesmo será escrutinar estas e outras inquietações na sua sede, em data futura.

    ResponderEliminar
  23. "Eu votei nos concorrentes do jovem Kripp."

    O António votou 1358 vezes? isso é que foi clicar!

    ResponderEliminar
  24. António

    "Curioso verificar que os Krippahl não são imunes à cunha :)"

    Não sei se o António está equivocado, se está baralhado ou se apenas nao faz puto de ideia do que está a falar, mas desconfio que são as três.

    Cunha seria ter um primo na organização que mne mandasse a prancha prá final se m votação.

    Fazer publicidade e divulgar o´s design é algo que está previsto no regulamento do concurso. está previsto e é encorajado, pelo que a página oficial da competição disponibiliza um snippet de códico para se fazer embed de um apelo á votação em qualquer site e blog.

    Mas claro que uma cunha também é muito importante. A ideia que alguém mais influente que eu inteceda por mim e me proporcione uma solução fácil, é muito apelativa. Como tal estou a fazer o que fazem os milhões de pessoas que pedincham cunhas para se safar aos problemas e ás responsabilidades, estou a rezar e a acender velinhas.

    ResponderEliminar
  25. Bruce

    "Nada me importo de contribuir desde que o artista nos fale da sua arte. Porquê o esqueleto, a radiografia... a ideia da morte? ironização do risco dos desportos na neve? (eu até conheço um norueguês com um pedaço do crânio em platina, para corroborar a ideia). Queremos ouvir o artista."

    Desculpa a demora, estive um bocado afastado dos blogs, e aqui no Ktreta a malta escreve rapido pa caneco.

    Passo a explicar o conceito da X-Black (o da X-White é o mesmo, mas em white)

    A X-Black não tem nada a ver com morte, antes pelo contrário. Tem a ver com levar a modalidade ao limite, e nunca desistir.

    A diferença entre um pro rider e um amador (eu incluído) é sobretudo a dedicação e o sacrifício pela excelência no snowboard. A imagem significa que mesmo todo partido, o faliz dono duma Series 13 da Burton, vai continuar a surfar. É a mensagem que está escrita na info da radiografia "KEEP ON RIDING"

    ResponderEliminar
  26. Obrigado pelos votos pessoal! Já tou em terceiro!

    ResponderEliminar
  27. Herr K

    "Como tal estou a fazer o que fazem os milhões de pessoas que pedincham cunhas para se safar aos problemas e ás responsabilidades, estou a rezar e a acender velinhas."

    Eu não acendi velinhas nem rezei, mas exclamei "meu Deus!!!" quando te vi há pouco em 2º lugar. Achas que é batota? Eu acho que não, porque foi uma expressão de espanto, não de pedido de intervenção divina ou outra. Logo, não foi uma cunha (e depois meti-me de novo com o cometador invejoso).

    ResponderEliminar
  28. Bruno,
    o AP é alguém que acha imensa graça a filmes que expõem da forma mais ignóbil pessoas com deficiências pelas quais nada podem (será a tal "caridade cristã"?. Acho que não vale a pena perder tempo a argumentar a esse nível, mas é apenas uma opinião pessoal, claro.
    De resto é claro que tens que ganhar, a não ser que haja um com uma cunha maior (para aí Deus Tor, Zeus e o resto da pandilha todos juntos)
    Cristy

    ResponderEliminar
  29. Kripp,

    Em cumprimento do meu acordo, somarei o meu voto.

    Ficas também a saber que o blogue da Abobrinha anda a promover a candidatura das pranchas com base num qualquer atributo do teu rabo, que sinceramente preferi não aprofundar.
    Fica o aviso.

    ResponderEliminar
  30. Obrigado Bruce.

    Aliás, como recomendação geral para quem quer que leia isto, faz-se saber que o Krippmeister desaprova firmemente qualquer tipo de actividade que envolva aprofundar seja o que for no seu rabo!

    ResponderEliminar

Se quiser filtrar algum ou alguns comentadores consulte este post.