quarta-feira, maio 05, 2010

Biscate.

Para quem tem tolerância de ponto no dia 14, uma oportunidade de fazer alguns trocos empregando-se como «Apoiante ao Papa Bento XVI, na sua missão ao Porto».

Entregam:

«1 T'shirt alusiva ao evento (ficará de recordação para os participantes)
1 bandeira alusiva ao evento (deverá devolver à agência)»


Não esperem mais. Inscrevam-se já:

Apoio ao Papa Bento XVI - Porto.

Pode dar jeito aos muitos que vão ter de faltar ao emprego e perder um dia de férias ou de ordenado para cuidar dos filhos porque a escola fechou.

Obrigado ao Nuvens de Fumo pela notícia do Sapo e ao Alexandre Pinto por ter desencantado esta fantástica oferta de emprego. Actualização: São dezassete euros e meio.

Adenda: o anúncio original já foi retirado, mas o Pedro Amaral Couto encontrou-o noutros lados:
net.empregos
lisboacity.olx.pt
gratispt.com.

E o Jairo Entrecosto chamou a atenção para o comunicado da comissão organizadora da visita do Papa. O comunicado salienta que a comissão não tem nada que ver com isto, apesar de ninguém ter dito que tinham... Mas também me parece que não deve ter sido iniciativa deles. «Milhares de voluntários associaram-se a este momento sem receberem nada em troca» está mais de acordo com a forma como a ICAR opera.

22 comentários:

  1. Biscate para quem não crê ou exagero para quem é difícil aceitar quem crê?

    ResponderEliminar
  2. Puxa, que cambada de pelintras. Na Alemanha, a ICAR tem um património avaliado em 270 mil milhões de euros. Podia mandar uma esferográficas para Portugal. Sugiro aquelas com um bonequinho (Jesus na Cruz) que se movem num líquido transparente.

    ResponderEliminar
  3. Miguel Panão,

    «Biscate para quem não crê ou exagero para quem é difícil aceitar quem crê? »

    Biscate para quem, por €17.5, está disposto a dizer que crê por uma manhã.

    ResponderEliminar
  4. Nuvens,

    Não são não. Follow the money -- é tão simples como isso :)

    ResponderEliminar
  5. Li isto e fartei-me de rir. Também li acerca das cinzas do (nome impronunciável) poderem impedir a viagem do papa... e aí rezei mesmo para que elas invadissem o nosso espaço aéreo! Mas como vozes de burro não chegam ao céu e os vulcões não estão para me aturar (e, parecendo que não, a ilha de Santa Maria ainda é longe), não estou com fé. Não é por culpa do papa, que está a fazer aquilo para que lhe "pagam", mas pelo circo que o governo armou e que não é de todo necessário. Especialmente nesta altura!

    ResponderEliminar
  6. Abobrinha

    Claro que há sempre o eterno Vesúvio...

    ResponderEliminar
  7. Altocumulus

    O Vesúvio não, caramba! Esse normalmente faz asneira grossa! Eu só queria um fuminho e só mesmo para a semana!

    ResponderEliminar
  8. Biscate para quem, por €17.5, está disposto a dizer que crê por uma manhã.

    Aí é que te enganas porque uma t-shirt dura mais que isso. Vejo t-shirts que devem custar mais e dizem muito menos. Por outro lado, há quem venda hamburgers, contribuindo para o Food Inc, pelo que uma t-shirt alusiva à visita do Papa até me parece um bom trabalho temporário :)

    ResponderEliminar
  9. Miguel Oliveira Panão:

    A pessoa pode sempre dizer que crê só por uma manhã e deitar a t-shirt fora... ganha os 17.5e à mesma.
    Mas suponho que mais depressa aceitam o trabalho católicos não praticantes que vêm nos 17.5e uma boa razão para prescindir da praia e "aturar" as missas, do que não crentes, que mais facilmente se sentiriam hipócritas com a situação.

    ResponderEliminar
  10. Como já era de esperar:

    http://espectadores.blogspot.com/2010/05/visita-do-papa-agradece-se-divulgacao.html


    Dado o nível de mentiras, deturpações e generalizações com que a imprensa nos brinda diariamente, eu tenho uma técnica quando as notícias envolvem catolicismo: esperar pelo desmentido. Os camaradas neoateus deviam fazer o mesmo, em vez de se mostraram tão entusiasmados ao primeiro boato.

    Vá, Ludwig, só te ficava bem postares o comunicado... Toma lá o link directo:
    http://www.bentoxviportugal.pt/imprensa_ver.asp?noticiaid=553

    Não precisas de agradecer. ;)

    ResponderEliminar
  11. jairo

    Não me diga que são tudo mentiras e esta tb ?


    http://www.publico.pt/Sociedade/empresa-recruta-apoiantes-de-bento-xvi-organizacao-da-visita-desmente-ligacao_1435832

    ResponderEliminar
  12. Chamo a atenção para estes alucinados

    Sobre a aeducação sexual


    2. Perguntámos ao Director Geral de Saúde qual o efeito da distribuição massiva de contraceptivos hormonais nas escolas, a miúdas menores de idade, sem sequer haver conhecimento da parte dos pais.

    Respondeu-nos com um estudo totalmente desacreditado (Marchbanks 2002), em vez de citar a declaração da OMS (2005 e 2007): os contraceptivos hormonais combinados são cancerígenos nos humanos (grupo 1).


    Gosto como desacreditam um estudo assim, do pé para a mão : )))


    Custa dar estas pílulas e informação a quem quer, e respeitar quem não quer?

    Andam a forçar as miúdas a tomar ? sou contra se assim for.


    Queremos dar a educação que, como pais entendemos ser a melhor e não a educação que sectores da sociedade ou determinadas correntes ideológicas ou pseudo-científicas acham que é melhor ser dada aos nossos filhos.



    pseudo-científicas , muito bem, estes ignorantes se quiserem podem sacar os cordões à bolsa e colocar os rebentos nas escolas de padralhada , esperemos que não pedofilia :D

    Gosto do grito final

    Nós amamos. Nós criamos. Nós pagamos. Nós educamos.

    Falta dizer , nós impomos.

    Era o que nos faltava aturar estes fanáticos.

    ResponderEliminar
  13. http://emprego.sapo.pt/emprego/anuncio/19531/apoio-ao-papa-bento-xvi---porto.htm
    ("Este anúncio já não se encontra disponível")

    Em cache: http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:x6hrZZ6JM4gJ:emprego.sapo.pt/emprego/anuncio/19531/apoio-ao-papa-bento-xvi---porto.htm+Adecco+papa

    «A Adecco Marketing Services recruta Apoiantes (M/F) ao Papa Bento XVI, na sua missão ao Porto no dia 14 de Maio de 2010.» ... «Poderá inscrever-se directamente na nossa Agência na Rua de Camões Nº 529 Porto, ou clique no link responder para que nos seja remetida a sua candidatura.»

    Igual:
    http://www.net-empregos.com/974795/apoiantes-m-f-ao-papa-bento-xvi/
    http://lisboacity.olx.pt/apoiantes-m-f-ao-papa-bento-xvi-iid-91907575
    http://www.gratispt.com/job.php?id=400969
    http://portalemprego.eu/job_detail.php?jobID=0017815 (removido)

    ResponderEliminar
  14. Caríssimos,

    aqui têm a vossa RESPOSTA. Vêem como comentaram sem fundamento?

    Como no Euronews ... no comments ...

    ResponderEliminar
  15. Nuvens, aos meus filhos, tu e a camarilha que te inspira não darão aulas de "educação sexual". Como eu, haverá muitos mais daqueles a quem chamas "alucinados". Mas é que não vão dar mesmo; podem babar-se e rosnar à vontade.

    Pedro Amaral Couto, não percebo o porquê dos links. Estarás a optar pela táctica do Ricardo Alves, insistindo que os anúncios realmente foram colocados? É que isso, ninguém negou.

    ResponderEliminar
  16. Jairo Entrecosto e Miguel Panão,

    ambos colocaram exactamente o mesmo texto que mostra a resposta do Sócra... Papa.

    Não sei se Sócrates comprou apoiantes para o Magalhães ou se comprou o Figo, nem se o Papa recorreu a uma empresa de recrutamento para apoiá-lo. Só sei que existem anúncios para comprar apoiantes como se fossem carpindeiras em ambos os casos, e que a Adecco respondeu com o seguinte: «Por lapso, e em consequência da urgência da contratação, o título do anúncio colocado referia erradamente, que se tratava da contratação de apoiantes ao Papa Bento XVI, em vez de apoiantes a uma acção a decorrer durante a visita de sua Santidade», sem sabermos qual é a "empresa de organização de eventos".

    É isso que tem sido anunciado e quem diz que é mentira, nega a existência dos links nos sites de empregos. Estou a assumir que em ambos os casos que não houve tais envolvimentos com os tais apoiantes - mesmo que me acusem de com isso recorrer à falácia ao apelo à ignorância.

    Não sou o Ricardo Alvos, não concordo com a maioria do que ouvi ele dizer e li o que escreveu e nem aqui nem nas notícias foi dito que «a ICAR está a recrutar, através de anúncio» apoiantes. Se o Jairo estiver a pensar alguma vez em usar a táctica de me proibir de me explicar como bem entender, e se pensa depois ficar ofendido e dizer que fica terminado, o melhor é nem sequer dirigir-me comentários, nem sequer a este, e ficar tudo terminado mesmo antes de começar.

    ResponderEliminar
  17. Pedro Amaral Couto, não precisas de ser ou de concordar em tudo com o Ricardo Alves para que eu te pergunte se estás a dizer o mesmo que ele. É que estás:

    "É isso que tem sido anunciado e quem diz que é mentira, nega a existência dos links nos sites de empregos"

    Eu não neguei existência de anúncios; apenas disse que a entidade responsável pela organização desmentiu ter colocado anúncios. A tua resposta a isto é dizer-me que os anúncios existiram mesmo.( o que ninguém negou)

    Acho que já não vamos sair daqui, emperrámos. Nunca te quis proibir de nada, nem sei onde fostes buscar ideia tão choramingas.

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  18. Jairo,

    Não vejo o que há para corrigir. Não havia indicação nenhuma que fossem os organizadores oficiais a contratar gente, nem eu aleguei que fossem. Apenas apontei esta oportunidade de emprego.

    ResponderEliminar
  19. Jairo:
    - «Dado o nível de mentiras, deturpações e generalizações com que a imprensa nos brinda diariamente, eu tenho uma técnica quando as notícias envolvem catolicismo: esperar pelo desmentido.»
    - «Pedro Amaral Couto, não percebo o porquê dos links. Estarás a optar pela táctica do Ricardo Alves, insistindo que os anúncios realmente foram colocados? É que isso, ninguém negou.»
    - «Eu não neguei existência de anúncios; apenas disse que a entidade responsável pela organização desmentiu ter colocado anúncios. Nunca te quis proibir de nada, nem sei onde fostes buscar ideia tão choramingas.»

    Pelos vistos, tirei as ideias do maior choramingão e dos seus precedentes anti-sociais, insinuações e ordens para não te responder. Se a imprensa mentiu, então os anúncios não existem, porque é sobre isso que refere. Quem diz que houve mentira, deve prová-lo.

    Se a técnica é esperar desmentidos, então deve ser só esperar que governos, políticos e empresários façam o mesmo - por isso dei o exemplo do Sócrates. Sei que cantores escrevem textos sem que saibam que foram eles que escreveram, e sei que empresas manipulam resultados de passatempos e criam personagens para comentar os seus produtos, e sei que os seus representantes portugueses que conheci pessoalmente estão envolvidos. Se isso é divulgado, espero que os envolvidos desmintam, tal como políticos desmentem. Apesar de eu saber o que acontece, sem que os outros tenham provas considero que o mais razoável é eles assumir a inocência. Por isso a tua técnica é ingénua. Simplesmente não sabemos o que aconteceu.

    E quando se desmente a compra de apoiantes, convém mostrar ter interesse em que se divulgue o cliente envolvido e que evento afinal devia ter sido anunciado, em vez do que foi realmente enunciado. Põe mais esse comentário na tua lista de revisor na secção de choraminguices.

    ResponderEliminar
  20. Pedro Chorão Couto, meteste links, julguei que em resposta ao meu comentário. Não te chateio mais. Até porque, como já tinha dito, estamos emperrados:

    "Se a imprensa mentiu, então os anúncios não existem, porque é sobre isso que refere. Quem diz que houve mentira, deve prová-lo."

    Ninguém colocou em causa a existência dos anúncios, mas ok...

    ResponderEliminar

Se quiser filtrar algum ou alguns comentadores consulte este post.