sábado, julho 31, 2010

Treta da semana: a assistente da Dra.

No preçário do Centro Maria Helena podemos ver o preço para as consultas «Presenciais com a Dra. Maria Helena», 110€, e as consultas «Presenciais com a Assistente da Dra.», só 55 € (1). A Maria Helena é “Dra” porque tem uma licenciatura em sociologia e, na mesma página, está escrito que «Todos os serviços são prestados por técnicos licenciados em Universidades Portuguesas». Por isso a “Assistente da Dra” deve ser tão “Dra” como a própria “Dra”. Faz-me lembrar a Susaninha, a amiga da Mafalda, que queria ter um filho médico para ser a dona Susaninha mãe do senhor doutor filho da dona Susaninha.

A Maria Helena dá também informação acerca dos anjos (2). Infelizmente, faltou descrever o processo de investigação que permitiu apurar quais são os Serafins, Querubins e afins, ou o que fazem. A lista não menciona Izual, o que até se compreende, mas – falha grave – também omite Tyrael, que ajudou os Horadrim num momento tão terrível da História. E é curioso que Mumaiah esteja tanto na categoria dos Anjos como na dos Arcanjos. Não sei se terá sido uma promoção rápida durante a elaboração do documento ou mera falta de imaginação.

O triste é haver quem paga para ouvir a “Dra” e a “Assistente da Dra” dissertar sobre estes disparates. E pagam porque estão convencidos que isto é verdade, que esta gente vê o futuro nas cartas ou nas posições das estrelas, que sabe o nome do anjo da guarda em função do signo e assim por diante. É um abuso indecente da confiança e credulidade destas vítimas.

O que me traz à distinção entre “crentes sofisticados” e “não sofisticados”, feita por crentes que se consideram entre os primeiros e que assim evitam ter de fundamentar pela religião as práticas religiosas da maioria. São pouco sofisticados, está-se a ver, não importa. E, pelos vistos nem sequer importa esclarecê-los. O Diogo Ramalho explica porque é que os crentes “sofisticados” não tentam educar os restantes:

«Por exemplo: eu não acho que o ir de joelhos até Fátima vá levar a que algum milagre médico ocorra. Mas quando vejo pessoas a praticarem estas formas de espiritualidade o que me parece é que elas têm sentimentos profundos de relação com Deus e que aquela é a melhor forma de que dispõe para manifestarem esses sentimentos.»(3)

Não é só ir de joelhos. É pagar ao padre para dizer o nome do falecido marido durante a missa julgando encurtar a sua estadia no purgatório. É pagar pernas e braços de cera cuja queima se crê tornar mais eficazes os milagres da virgem. É dar ouro, jóias e dinheiro à Igreja para purificar a alma ou obter favores sobrenaturais. É muita coisa que, sob o rótulo de “espiritualidade”, acaba por ser o mesmo que a Maria Helena faz aos seus clientes.

Dizem que a Igreja é diferente porque não exige dinheiro, que as pessoas dão porque querem. Mas quem paga consultas de astrologia também dá dinheiro porque quer, esse truque do pagamento voluntário é também usado por Mamadus de toda a espécie e o próprio santuário de Fátima tem um preçário (4). Por exemplo, no baptizado cobra-se 35€ de Taxa do Santuário mais 17,5€ de Taxa da Câmara Eclesiástica de Leiria. Para um serviço que, na prática, equivale a uma carta astrológica ou à invocação do anjo da guarda.

O Diogo Ramalho admite que não explicar aos crentes menos sofisticados que Deus não quer jóias, dinheiro ou que se arrastem de joelhos «Pode parecer grotesco, antiquado ou mesmo errado aos sofisticados mas estes remetem-se a um respeito pela solução que o não-sofisticado encontra de viver a força do seu sentimento religioso.» Antiquado não me parece que seja. Pelo que vejo, está sempre na moda levar o dinheiro das pessoas aproveitando o “respeito” pelo seu “sentimento religioso”. E não diria que é grotesco porque é mais trágico do que ridículo. Mas errado, é. E indecente, e imoral.

Deixam que aquela gente se arraste e dê as suas poupanças na esperança de comprar milagres, metem o dinheiro ao bolso e capitalizam a publicidade que lhes traz esses sacrifícios. Até encorajam estas coisas ensinando que é uma virtude peregrinar e dar dinheiro à Igreja. Mas dizem que estas são expressões “menos sofisticadas” de quem julga, enganado, que pode comprar favores divinos.

A Maria Helena ainda pode ser que esteja tão iludida quanto os seus clientes e os engane apenas por negligência, por não ter tido o cuidado de verificar se lhes vende algo eficaz em vez de placebo. A ela posso dar o benefício da dúvida, mesmo que o benefício tenha de ser grande por a dúvida ser tão pequena. Mas a Igreja Católica, e a sua hierarquia de crentes sofisticados, admite perpetrar o pior tipo de embuste por beneficiar da credulidade dos que considera menos sofisticados, sabendo que estes acreditam em falsidades e não fazendo nada para os esclarecer. E ainda têm a lata de dizer que é por respeito que recebem o dinheiro dos pobres e o sacrifício dos enfermos.

1- Centro Maria Helena, Tabela de Preços
2- Centro Maria Helena, Hierarquias Angelicais
3- Comentários em Agora é por ser blasfémia....
4- Santuário de Fátima, SEPALI – Serviço Pastoral Litúrgica

49 comentários:

  1. Cambada de hipócritas e cínicos, há alguma dúvida?

    ResponderEliminar
  2. Cristy:

    Não são todos hipocritas. Ha pessoas que confundem tudo mas têm boas intenções. Tantas como as dos crentes que compram o amor de uma entidade que não existe em troca de dinheiro e devoção a quem diz saber a sua vontade.

    Não é por isso que este post tem menos pertinencia.

    ResponderEliminar
  3. Quanto a esta maria helena , que charlatã:

    Tarot – aprendizagem… (Arcanos Maiores 22) 215 €

    Como pode haver gente tão estupida para cair nestas tangas?

    Eu sei que a vida é dura, e que o cosmos é compliado e tal... Mas como é possivel que não lhe sintam o cheiro a treta? Porque raio é que não conseguem manter a maquina de duvidar ligada e avaliar as coias. Que raio de livre arbitrio é este...

    ResponderEliminar
  4. Não me canso de dizer isto, mas é verdadeiramente curioso ver adivinhos evolucionistas criticas os adivinhos "místicos".

    Muitos dos argumentos que podem ser usados contra a adivinhação, podem ser usados contra a teoria da evolução:

    1. Falta de rigor? Confirmado.
    2. Declarações vagas? Confirmado.
    3. Deturpação da ciência? Confirmadíssimo!
    4. Motivações ideológicas mascaradas de espírito científico? Confirmado.


    etc, etc.

    Os anglófonos chamam a isto "The pot calling the kettle black".

    ResponderEliminar
  5. dissabte 31 de juliol de 2010
    Mesmo as azêmolas, os lerdos e broncos produzem palavras de rara beleza
    Declarações vagas? Confirmado....Os anglófonos chamam a isto-goodbye
    o
    Se não houvesse pessoas sensatas que se conseguem aperceber da sua estupidez, esta seria muito mais letal, otários, entorpecidos, alarves, obtusos, mandriões, embasbacados e insensatos povoam o mundo, serão 7 mil milhões em 2012
    O homem estúpido não procura perceber as causas dos fenómenos, já os conhece, um homem pontualmente sensato pode num ápice tornar-se estúpido e vice-versa, geralmente são os que acumulam mais conhecimento.
    Toda a actividade humana depende da capacidade de expressão e ninguém pode dar o que não possui, a estupidez é essencialmente medo dos outros, medo de nos expormos às críticas inclusive às que fazemos a nós próprios.
    estupidez induzida pela riqueza, pela pobreza, pela escravidão, pela semântica, pela superstição e moda

    Há quem nasça estúpido, quem se torne estúpido e quem deixe a estupidez apoderar-se
    de si, a maior parte não é hereditária,nem contágio de outros.
    É obra pessoal, conquistada e construida sem muito esforço.
    Certos maníacos da perfeição, que não reconhecem suas falhas.
    Nada se lucra a argumentar com eles, se a sua felicidade reside na ignorância proporcionada pelos seus conhecimentos, para quê destruir a sua crença, o seu orgulho, a sua vaidade, a credulidade e o medo em que se manifestam as várias formas da estupidez.
    Nas cordas sursum corda


    Não sabemos o que é a estupidez, mas tal como a fé reconhecemo-la quando se manifesta, nós em geral, procuramos ter sempre boa opinião´da nossa estupidez, mascaramos a verdade e exageramos os erros dos outros.
    Para odiar nada é necessário é inato, basta pressentir ameaça e rosnamos e em cada
    rosnido nascem e crescem fanatismos e intolerâncias.
    A burocracia alimenta-se dela, a religião e a política afagam-na.
    Toda a histeria da pseudo-ciência criou multidões de crentes, pois a estupidez infelizmente não incomoda.

    ResponderEliminar
  6. Mats:

    se eu comprar 2 potes amanha e outros 2 depois de amanha quantos potes vão ser?

    ResponderEliminar
  7. "Não são todos hipocritas"

    João,
    referiam-me às hierarquias, claro. Só a simples distinção entre crentes mais ou menos «sofisticados» já me dá volta ao estômago. Havia um professor meu na escola que costumava perguntar «será progresso, se um canibal passa a comer de garfo e faca?».

    ResponderEliminar
  8. Cristy:


    MEsmo nas alturas das hierarquias acho que ha tipos bem intencionados.

    Eu conheço algumas pessoas bastante inteligentes que engolem essa treta toda. Uma delas mesmo muito inteligente.

    Não poem certas coisas em causa. Desligam a maquina de duvidar e engolem o que tipos com "pinta" dizem.

    A maxima do teu prof é fixe.

    ResponderEliminar
  9. http://scan.oxfordjournals.org/content/early/2010/03/12/scan.nsq023

    Ja tinha aqui deixado este link antes mas acho que vem a proposito...

    ResponderEliminar
  10. Não ha inteligencia que resista quando o cerebro desliga uns circuitos. O que em si não é nada inteligente.

    ResponderEliminar
  11. Cristy:

    Eu sei que quando dizes todos admites excepções. Estou a ser chato. Mas tem a sua razão ser.

    ResponderEliminar
  12. Não, João, acho que tens razão, e acho até que é muito mais do que umas pequenas excepções. É todo um sistema, e quando alguém se encontra dentro desse sistema é difícil mudá-lo, sem criticá-lo. E todos sabemos o que acontece quando se critica o sistema.

    Há uma anedota que explica esta pequena especificidade melhor.

    Por exemplo, na Rússia de Estaline. Imagina que Estaline dá um discurso, e levanta-se alguém da audiência a dizer "Camarada, isso é tudo errado, o que dizes é um embuste!". Todos sabem o que lhe vai acontecer no dia a seguir. Mas se depois desta pessoa se levantar e dizer isto, aparecer outra a levantar-se e dizer à primeira "Estás doido? Nunca se nega o camarada Estaline!", essa pessoa desaparece mais rápido do que a primeira.

    Isto porque há regras dentro de regras, e esta censura subliminal é mais forte do que as outras. O mesmo se pode dizer da Igreja. Quantos padres vemos a dizer que as mulheres também deveriam ser "madres"? E no entanto, acredito que muitos deles vêm a situação como um disparate. Ou então subestimo o poder da ideologia...

    ResponderEliminar
  13. Acho que esse parágrafo resume bem:

    "A lista não menciona Izual, o que até se compreende, mas – falha grave – também omite Tyrael, que ajudou os Horadrim num momento tão terrível da História"

    Sarcasmo deveria ser a única 'etiqueta', pois sim?! (ou ceticismo é uma das poucas não cabíveis)

    "O triste é haver quem paga para ouvir a “Dra” e a “Assistente da Dra” dissertar sobre estes disparates"

    Não é tão triste assim, do contrário você não teria como gozar uma 'treta'.

    Mas sim, a Dra. é um exemplo perfeito de como fazer crença render dinheiro.

    ResponderEliminar
  14. Diz lá que o Serafins "absorvem e reflectem a Luz Divina."
    s leis da radiação devem ser diferentes "lá em cima". Porque cá em baixo, um corpo quanto mais absorve, menos reflecte (deixando de lado a transmissão)...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Radição Gama pareçe que reflecte é uma ilusão .a visão real das verdadeiras cores não visiveis pelo o nosso limitado espectro visual mas detectados e medidos quando em estados de extase espiritual se sai do corpo para o espirito e possivel ver tais energias .

      Eliminar
  15. João,

    É claro que nem todos são hipócritas. A maioria até acredita mesmo nessas coisas. O que me incomoda é que defendam que a “religião sofisticada” não exige dinheiro, nem sacrifícios gratuitos, nem devoção cega e nem sequer oferece nada em troca porque Deus não intervém, enquanto deixam o pessoal “menos sofisticado” pagar, arrastar-se pelo chão e sustentar padres convencidos que assim têm uma cunha com Deus...

    ResponderEliminar
  16. Ludwig:

    Eu percebi.
    "nos os sofisticados sabemos que isso não faz nada*, mas amamos tanto deus que vos deixamos pagar umas coroas para nos mostrarem a vossa devoção"

    * Ha... Mas amamos tanto deus que o vemos em todo o lado.

    É da treta e o post esta fixe. Como é aquela palavra alemâ para explicar sentir alento na compaixão pelas desgraças dos outros? Parece-me que muitos dos ditos sofisticados tambem andam la pelo espectaculo . Para alem do controle e dos lucros. Mas isto é especulação, e claro, ha excepções.

    Acima de tudo acho que o post devia ser capaz de fazer as excepções questionarem-se sabes? Questionarem se andam a fazer o bem, se a hierarquia rigida da Igreja é algo de assim tão bom, se estão realmente a ajudar as pessoas. Que deus não existe é a base de tudo, mas isso é dificil de fazer mudar. Não é mau desmistificar certas coisas. Ou pelo menos provocar pensamentos

    Por falar nisso... Onde anda o M. Panão? Anda com medo de comentar aqui ou esta so de ferias? E o Alfredo Diniz? Não têm nada a dizer?

    ResponderEliminar
  17. Eu não acho que o ir de joelhos até Fátima vá levar a que algum milagre médico ocorra.

    Why not?!

    Vai, a tua fé te salvou. (Marcos, 10:52)

    Muitíssimo mais surpreendente e incompreensível do que tudo o que se relata aqui, é o facto das remissões espontâneas, vulgo "curas milagrosas", serem quase sempre ignoradas e receberem muito pouca atenção pública, salvo raras excepções.

    Discover Magazine

    Note-se que nem sequer estou a falar especificamente dos "milagres" nos santuários marianos e outros locais de culto das mais diversas religiões, mas de todas as curas espontâneas, sem tratamento médico convencional, ocorridas em enfermidades consideradas muito graves ou mesmo incuráveis.

    Já abordei este tema aqui, tendo referido a volumosa compilação Spontaneous Remission - An Annotated Bibliography.

    A este respeito, convém salientar que tais curas são normalmente precedidas por algum tipo de tratamento, convencional ou alternativo, caso contrário não haveria sequer registos que as documentassem. Isto significa que o número real de remissões espontâneas, em que o supremo poder curativo do organismo... corpo-mente!... se faz sentir, deve ser bastante superior aos muitos milhares de casos já documentados.

    Por fim, o meu interesse ao trazer de novo este tema nada tem a ver com religião ou espiritualidade, mas apenas com o tremendo progresso que o estudo deste fenómeno fascinante por certo poderá trazer ao progresso autêntico... que não o aparente!... da medicina. Infelizmente, quando até o "efeito placebo" é desprezado como mecanismo de auto-cura e quase só relegado para o papel subalterno de testar novas drogas, muito pouco se pode esperar de uma ciência médica que talvez saiba quase tudo acerca da doença mas continua ignorante daquilo que é a "saúde perfeita".

    Espontânea, original, completa, natural!

    Ou a causa de si própria...

    Rui leprechaun

    (...Ouroboros cornucópia! :))

    ResponderEliminar
  18. "Eu sei que quando dizes todos admites excepções. Estou a ser chato. Mas tem a sua razão ser. "

    Claro, e não estás a ser chato. Ou não mais do que o resto do mundo nesta segunda-feira muito cinzenta onde eu estou ;-)
    Mas, como tu próprio dizes, são excepções. E essas só confirmam a regra. Determninantes são a hipocrisia e o cinismo da maioria das hierarquias e dos auto-intitulados «sofisticados», que enganam os «não-sofisticados» de forma premiditada.

    ResponderEliminar
  19. "E todos sabemos o que acontece quando se critica o sistema".

    Ainda assim, se fores ao Público de hoje, poderás ler uma crítica de uma teóloga portuguesa à posição da igreja sobre a ordenação das mulheres. Sabendo-se que para o Bento isso é mais grave do que violar criancinhas, acho que mostra que existem excepções também do outro lado. Também é verdade que ainda não sei qual vai ser a consequência para a senhora. Excomungação?

    ResponderEliminar
  20. O comentário acima era para o Barba. E palavra alemã que o João estava à procura é «Schadenfreude». Embora aqui não me pareça que se aplica muito. Concordo mais com o post que a motivação para manter os fiéis não-sofisticados na linha se prende com a rentabilidade da sua falta de cultura.

    ResponderEliminar
  21. "Embora aqui não me pareça que se aplica muito."

    OK; talvez so um pouco

    seja como for, conscients ou não, honestos ou desonestos, incosistencia é gritante.

    PS: como se diz treta em alemão? ha uma palavra equvalente? Em Ingles por exemplo penso que o mais proximo é BS mas é um pouco mais agressiva pelo que não serve.

    ResponderEliminar
  22. Ja vi que não há. O tradutor do Google diz que é BS e que em italiano tambem se usa.

    Os franceses usam connerie, mas devido à origem da palavra parece-me que ainda é menos higienica de usar que BS.

    So por curiosidade... Nada a ver com o post, a não ser que denuncia tretas.

    ResponderEliminar
  23. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  24. A CREDULIDADE MACACOIDE DO LUDWIG KRIPPAHL

    O Ludwig gosta de se arvorar em indivíduo intelectualmente sofisticado, defensor da cientificidade da evolução cósmica, química e biológica.

    No entanto, na hora da verdade, falha rotundamente.

    Desde logo, começa por dar um tiro no cérebro, ao autodenominar-se "macaco tagarela" (pithecus tagarelensis).

    O próprio Charles Darwin é o primeiro a chamar a atenção para o facto de que esse movimento afecta irremediavelmente a credibilidade das suas convicções.

    Além disso o Ludwig emite grunhidos ininteligíveis, como aquele segundo o qual a chuva cria códigos (ele disse mesmo isso!). Só pode mesmo ser o macaco tagarela a catar-se.

    Depois, dando mostras de uma lógica realmente macacoide, tem tentado defender que o facto de gaivotas darem gaivotas, lagartos darem lagartos e moscas darem moscas prova que partículas dão pessoas ao longo de milhões de anos!

    Uma "lógica" tão irracional e destituída de sentido só pode ser mesmo o macaco tagarela "encarcerado" nos galhos de alguma árvore.

    Depois vem pôr em causa os milagres de Deus, tentando que acreditemos nos milagres do nada.

    Para ele, o nada criou tudo, por acaso, sabe-se lá como e porquê.

    Esta é a essência da sua "sofisticada" fé.

    Isto, apesar de os genomas estarem cheios de informação codificada altamente densa, complexa, especificada e integrada, transcendendo toda a capacidade científica e tecnológica humana, sem que se saiba qual a origem do código e dessa informação.

    É que não existe nenhum processo físico ou lei natural que crie códigos e informação codificada. Esta, tem sempre origem inteligente.


    Depois o Ludwig tenta que acreditemos que a matéria e a energia se criaram a elas próprias, quando a lei da conservação da energia (nunca refutada empiricamente) mostra que isso é impossível.

    Também quer que acreditemos que a vida surgiu de químicos inorgânicos, quando a lei da biogénese (nunca refutada empiricam ente) diz que isso é impossível.

    Emfim.

    Espero que por esta altura tenham compreendido que o Ludwig vos tenta vender gato por lebre, com aparente cientificidade, mas sem qualquer fundamento lógico e empírico.

    Na verdade, o que se poderia mesmo esperar de alguém que se auto-intitula de "macaco tagarela"?

    ResponderEliminar
  25. Eu por acaso ainda não atingi o nivel "macaco tagarela".

    Estou apenas no nivel "guaxinim escrevilhão". Mas hei de la chegar. Como tu ainda estas no nivel "amiba desesperada", pensas que tudo foi criado para a tua existencia e tal, é natural que não compreendas muita coisa.

    ResponderEliminar
  26. Depois o Ludwig tenta que acreditemos que a matéria e a energia se criaram a elas próprias, quando a lei da conservação da energia (nunca refutada empiricamente) mostra que isso é impossível.

    escapa-me algo ...
    Se não há matéria não há lei, quando passa a haver matéria passa a lei a aplicar-se.
    O mistério é como é que a matéria passa a existir e não a lei que se lhe aplica.

    Acho eu :)

    ResponderEliminar
  27. A Dra Maria Helena é uma querida...

    Por apenas 125€, podemos comprar um par de velas vermelhas e uns paus de insenso, o chamado "Kit do Amor para ajudar a encontrar a sua alma gémea!". Tendo em conta que toda a gente quer, em princípio, encontrar a sua alma gémea, até se trata de uma pechincha...

    O único problema, é ter a coragem para depois começarmos o nosso relacionamento com essa alma gémea, pois há pessoas tímidas que não tem a coragem de iniciar uma conversa. Mas como a Maria Helena é mesmo uma querida, por mais 125€ podemos comprar outro par de velas e mais uns pauzinhos de insenso, o tal "Kit do Encorajamento para ter coragem, determinação e optimismo!". E pronto! Problema resolvido!

    Por pouco mais de metade do ordenado mínimo nacional, podemos ter a nossa alma gémea (e ainda, como brinde, 4 velas e alguns paus de insenso).

    A Maria Helena é ou não é uma querida?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como é possível enganarem as pessoas desta forma tão baixa, a meterem medo ás pessoas que num determinado momento da sua vida, está a passar por dificuldades!

      Eliminar
    2. Como é possível enganarem as pessoas desta forma tão baixa, a meterem medo ás pessoas que num determinado momento da sua vida, está a passar por dificuldades!

      Eliminar
  28. João,
    é verdade que a expressão "treta" não é de tradução fácil, sobretudo porque engloba vários significados tendenciais, para os quais os alemães têm mais do que uma expressão. Mas talvez «Geschwätz» seja a que mais se aproxima, porque, apesar da tradução literal ser tagarelice (o Perspectiva vai adorar)usa-se também no sentido de treta.

    ResponderEliminar
  29. Um Off topic de verão:
    alguém sabe indicar-me uma casa de sementes em lisboa que tenha um site decente ?
    ando à procura de nepeta cataria aka erva gateira ou valeriana. As duas para a minha gata se babar a cheirar uma vez que estas plantas são usadas pelos felinos para fins recreativos.

    A minha busca tem sido mais ou menos estéril.

    ResponderEliminar
  30. www.jadsementes.com/sementes.html
    nos catálogos de 1926 vendiam sementes de Nepeta sp.
    Nepeta camphorata há numa loja em faro se calhar também há da outra


    Empresa Contactos Encomendas. Produtos. Viveiro Plantas Sementes Relvas Flores. Produtos / Sementes.

    ResponderEliminar
  31. Nuvens:

    Sabes que ela vai vomitar isso mão sabes? E depois vais ter de limpar. E para o caso de pensares que existe alguma vantagem para a gata... Não se conhece.

    DEsparasita-a e da-lhe uma pasta para as bolas de pelo. Se ela tem pouco que fazer oferece-lhe um amigo.

    São 125 Euro pela consulta.

    ResponderEliminar
  32. a Valeriana officinalis é fácil de encontrar em Lisboa, a não ser que queira pôr o gato a dormir se é por causa dos alcalóides catinina, isovaleramida e dos óleos acho que a valeriana officinalis tem pouco efeito, mas sinceramente não faço ideia, muitas hervanárias têm
    havia uma em Alvalade no centro comercial

    ResponderEliminar
  33. Cristy:

    Estragaste-me o gozo. Parece-me que treta tambem se aplica a conversa de cortesia, de café e sobre o tempo.

    E eu a pensar que era uma coisa tão portuguesa.

    ResponderEliminar
  34. 125 euros por 1 minuto de consulta tá caro
    8horas * 60* 125=60.000Euros/dia

    ResponderEliminar
  35. 125 euros por 1 minuto de consulta tá caro

    é para acentuar o efeito placebo

    ResponderEliminar
  36. A meu ver - Misturaste coisas a mais num post.

    A associação de charlatães, com a Igreja parece-me mal.

    Para algumas dúvidas existenciais, aconselho este livro:

    http://www.lusosofia.net/textos/agostinho_de_hipona_confessiones_livros_vii_x_xi.pdf

    ResponderEliminar
  37. "Estragaste-me o gozo. Parece-me que treta tambem se aplica a conversa de cortesia, de café e sobre o tempo."

    João,
    ofereço-te e, troca o muito português «conversa de chacha» - ver Jairo. Essa nem a treta chega e é mesmo portuguesa :-)

    ResponderEliminar
  38. João,

    Estou a pensar em arranjar um gato castrado para lhe fazer mais companhia, eu e a minha mulher passamos pouco tempo em casa, e quando estamos acabamos por não conseguir brincar com o bicho como deve ser.

    Vou hoje ao canil e gatil de lisboa :))

    ResponderEliminar
  39. Parabens Nuvens. Boa escolha. Mesmo que represente um risco de trazeres alguma doenças para a gata da casa. Eles precisam de companhia. Ha muitos problemas de saude relacionados.

    ResponderEliminar
  40. ==== OFF-TOPIC ====
    Vou aproveitar o off-topic do nuvens, e o "know-how" do João (e de quem mais tiver gatos), pedindo desde já desculpas ao Ludwig e aos demais comentadores. Os meus pais trouxeram para casa no fds passado 2 gatinhas de 3-4 semanas que se pensa serem irmãs (embora uma pese menos 200g que a outra). Foram aparentemente abandonadas junto a um campo de tiro onde alegadamente seriam mortas pelos caçadores que para lá vão treinar, "pq os gatos matam os coelhos". Os meus pais estavam lá a passar o fds na casa de uns amigos e pronto... não resistiram.

    Desparatização e vacinação, já estão a ser tratadas. O problema é q eu também cá moro e, embora goste muito de gatos, sou alérgico. Se não aguentar viver com 2 gatas cá em casa, teremos de arranjar-lhes outro lar. Para já estou a reagir melhor do q esperava. Vamos ver... Por causa disso não as deixamos vir para a zona dos quartos. E para a sala os meus pais só as deixam ir vigiadas com receio q estraguem alguma coisa. Por isso, a maior parte do dia estão confinadas à cozinha, mesmo havendo gente em casa. Comem, dormem, passeiam-se pelos balcões, pedem mimos, brincam com as bolinhas que já se arranjou e/ou lutam uma com a outra, e volta a repetir.

    Algumas coisas para as quais agradecia concelhos ou sugestões:
    - Estamos a dar-lhes comida seca, 2 ou 3 vezes por dia, mais uma ou outra "guloseima" (como cascas de queijo, pele de frango assado, ou um bocadinho de leite). Já se dá um pouco mais do que a dose diária recomendada e mesmo assim comem com sofreguidão, procuram e pedem comida, etc. Qualquer coisa em cima da mesa ou lava-louça lá vão elas! Até talheres lambem. Na 1ª noite até rasgaram uma saca com broa e deram umas dentadas. Só não vão ao caixote do lixo pq não conseguem (mas cheira-lhes quando se abre). Devemos aumentar a dose de comida seca?

    - Relacionado com o anterior, sobem para cima de tudo, inclusive para a mesa de jantar. Experimentei bater-lhes com um cartão e ralhar-lhes, mas não parece ter grande efeito. Mal nos apanham de costas lá vão elas.

    - Os meus pais têm receio de as deixar ir para a varanda, ou deixar janelas abertas, com medo q elas saltem. Há umas varandas mais salientes 2 andares a baixo, mas eu duvido muito q elas se atirem.

    - Elas volta e meia pegam-se à luta. Parece-me que é mais na brincadeira do que para se magoarem, embora uma delas chie de vez em quando. Minutos depois podem estar a lamber-se ou a dormir uma em cima da outra. É motivo de preocupação? Devo deixá-las ou fazer qualquer coisa? Uma vez deixei cair uma almofada em cima delas, o que resultou em parar a coisa.

    - E, claro, a alergia. Que fazer para minimizar a coisa? Se estou com elas um bocado fico logo com nariz a pingar e uma impressão na garganta que custa a passar mesmo depois de voltar aqui para o quarto. Googlei e encontrei alguns concelhos, como dar um banho mensal aos gatos com água destilada (para não deixar resíduos). Há também uns produtos para lhes limpar o pêlo com a ajuda de um pano, e uns sprays. Há quem venda disso cá? Conhecem/recomendam alguma coisa?

    Obrigado desde já.

    ResponderEliminar
  41. Nelson:

    So agora vi o teu comentario. Manda-me um email se aqui vieres ver se tens resposta. Vê no meu perfil.

    Mas rapidamente:

    "Só não vão ao caixote do lixo pq não conseguem (mas cheira-lhes quando se abre). Devemos aumentar a dose de comida seca?"

    Eu gosto de deixar os gatos com comida no prato o dia todo, mas não se pode fazer em gatos so de inerior que estejam a engordar por causa disso. Em relação a ir ao caixote do lixo, não é por fome é por gula, diversão e investigação.

    Ensinar gatos é muito dificil. Bater funciona mal e depois eles ficam todos stressados. Não podes contar que eles deixem de ir para cima da mesa. Para desincentivar sugiro mais o borrifador das plantas. Tens de ter paciencia.

    ELas atiram-se. É muito frequente.

    Não ha stress com as brincadeiras. Em principio não resultam ferimentos graves. So se isso acontecer é que é grave.

    Quanto à alergia podes consultar um alergologia que isso tem tratamento. É longo chato e caro; mas pode ajudar.

    ResponderEliminar
  42. João,

    Sim, vi a resposta. Eu subscrevo sempre os tópicos onde escrevo, ou quero seguir a discussão (como as tuas com o Jairo e o Miguel Panão :), de modo a ser avisado por email.

    Obrigado pela resposta. Uma correcção: elas têm 3-4 meses, não semanas. Só na ultima semana aumentaram de peso 400gramas cada uma (uma vai em 1,6kg e a outra 1,8kg). Ainda há uma semana pareciam pesos pluma. :)

    Já tivemos um gato quando eu era puto que ficava o dia todo com comida. Até pq na altura ficava o dia todo sozinho. A estas estamos a dosear para ver se não engordam. Mas é provável que se evolva para isso.

    Já andamos a experimentar o borrifador das plantas para as dissuadir de subir a certos sítios. E eu vou tentando mentalizar os meus pais que têm de se habituar a que elas saltem para cima dos moveis, etc. Os gatos precisam disso para se exercitarem e para não se aborrecerem.

    A veterinária recomendou não dar leite, pq pode causar diarreias. Mas elas adoram! Quando me vêem a tomar leite fazem choradinho. Uma aqui há dias até se pôs em frente ao microondas a cheirar enquanto eu aquecia leite. Ontem fizeram o mesmo choradinho ao meu pai. Tenho lhes dado só um bocadinho num pires, e até ver aparentemente não lhes fez mal. Mas às tantas temos de comprar leite sem lactose para elas.

    Quanto à alergia, estou a reagir bem, tirando a pele q fica empolada quando me espetam as unhas e o pingo no nariz quando lhes dou colo e mimos. Vai servindo de inoculações. :)

    ResponderEliminar
  43. A propósito das medicinas alternativas, aqui está a "mecânica alternativa" :)
    http://www.wulffmorgenthaler.com/strip.aspx?id=067f3274-5397-46d3-bb46-451e81bb93ce

    ResponderEliminar

Se quiser filtrar algum ou alguns comentadores consulte este post.