quarta-feira, fevereiro 23, 2011

Tomates.



Via 9gag

41 comentários:

  1. Nunca pensei que os leões fossem fugir assim sem mais nem menos, ainda os homens estavam longe. No mínimo esperava uns berros e uns gestos ameaçadores. Leões medricas. :)

    ResponderEliminar
  2. O que me intriga mais é quem terá sido o doido que descobriu este truque. É que alguém tem de ter sido o primeiro a experimentar afugentar os leões...

    ResponderEliminar
  3. Qual experimentar, qual fome, qual carapuça! Um comportamento destes, tal como a migração dos pássaros, nunca poderia ter surgido por experimentação. Só pode ter sido implantado por um criador omnipotente e omni-inteligente, num claro acto de favoritismo à espécie humana. :)

    ResponderEliminar
  4. Os leões foram caçados durante milhares de anos pelos Masai e por dúzias de outras tribos

    O predador que foge do homem tem evolutivamente mais probabilidade de deixar descendência

    Os ursos na Europa demoraram mais tempo que os leões a perceber isso

    Em Portugal já estão extintos há 200 anos
    em espanha ainda se aguentam

    Uma lança bem atirada mata um leão a 50 passos
    e os leões aprenderam uma dura lição ao longo de gerações

    a pele de um leão valia 1500 shilings quenianos para um caçador há uns anos mais ou menos 200 dólares
    compra-se muita comida com 200

    ResponderEliminar
  5. Ludwig,

    "É que alguém tem de ter sido o primeiro a experimentar afugentar os leões..."

    Provavelmente a técnica deve ter sido desenvolvida no tempo em que os leões só comiam melancias... ;)

    ResponderEliminar
  6. FRASE DISPARATADA DO TRILLION DOLLARS

    "O predador que foge do homem tem evolutivamente mais probabilidade de deixar descendência"

    "Evolutivamente", porquê?

    Todos sabemos que quem não morre cedo tem mais hipóteses de se reproduzir...

    Mas isso prova a avolução? Não!

    Isso é igualmente válido para um mundo criado por Deus mas corrompido pela crueldade predatória, sofrimento e morte...

    Esta frase nada diz sobre a origem do predador e a origem do homem.

    Nem se prova que partículas evoluiram para pessoas...

    Só afirma aquilo que toda a gente sabe: quem não é caçado tem mais hipóteses de se reproduzir...

    Este é mais um exemplo das frases que os evolucionistas dizem sem pensar no que estão a dizer...

    ResponderEliminar
  7. FRASE DISPARATADA DO PEDRO FERREIRA, MAS COM ALGUMA RAZÃO:

    "Provavelmente a técnica deve ter sido desenvolvida no tempo em que os leões só comiam melancias... ;)


    Os evolucionistas desde blogue parecem ter problemas com a ideia de que, na criação inicial, todos os animais e seres humanos eram vegetarianos, incluindo os leões e os tubarões.


    No entanto, para sua desgraça, não conseguem demonstrar isso com argumentos empíricos e lógicos.


    Felizmente hoje todos nós podemos ir ao Youtube e ver tigres, leões, panteras e leopardos nos jardins zoológicos de todo o mundo a comerem melancias e abóboras!!

    Basta procurar no Youtube com as palavras "Lion", "Tigre", "Zoo" e "Watermelon" ou "Pumpkin"

    Façam esta experiência!


    A Bíblia diz que no princípio tudo era bom.

    Génesis 1:29-30 afirma que todos os seres humanos e animais sensíveis eram vegetarianos.

    Referimo-nos, naturalmente, a um tempo anterior à maldição da natureza por causa do pecado humano e, por maioria de razão, ao dilúvio global.

    Mas estes eventos alteraram profundamente o estado de coisas inicial.

    No entanto, não existe nada de empiricamente insustentável ou irracional nessa crença.


    Não existe nenhuma incompatibilidade lógica e científica entre dentes afiados e garras, por um lado, e a ingestão de vegetais e fruta, por outro.

    Pelo contrário.

    Alguns frutos parecem ter sido feitos a pensar naqueles animais que têm garras e dentes afiados...

    Isso pode ser observado todos os dias.

    Ainda hoje muitos animais com dentes afiados e garras (v.g. ursos, lémures, pandas) comem frutos e vegetais.

    Existem inclusivamente alguns casos documentados de leões que se alimentam de frutos e plantas.


    Ainda hoje alguns tubarões (v.g. tubarão baleia) se alimentam de pequenos peixes e plâncton.


    Evidência fóssil demonstra que isso era uma prática generalizada no passado.


    Ou seja, o simples facto de haver mandíbulas e dentes afiados não prova que os seus portadores não podem ser ou nunca foram vegetarianos.


    Certamente podemos pensar que Deus criou informação genética para dentes maiores e menores e que, num mundo degenerado e predatório, a selecção natural nalguns casos privilegiou animais com dentes maiores.

    Por mutações aleatórias e selecção natural alguns animais desenvolveram dentes maiores e outros menores, a partir da informação genética pré-existente nos genomas.


    Mas a selecção natural, por si só, não explica a origem da informação genética que codifica para dentes maiores ou menores.


    Mutações aleatórias e a selecção natural, por si só, não transformam partículas em pessoas ou peixes em pescadores.

    ResponderEliminar
  8. Os evolucionistas deste blogue não acreditam que os leões e os tigres comem abóboras! Mas não há nada como ver...

    ResponderEliminar
  9. gostaria de os ver a tentar repetir a brincadeira com aqueles 15 :D

    ResponderEliminar
  10. Essa série de documentários, Human Planet, é muito boa.

    ResponderEliminar
  11. Pode ser. Mas convém não esquecer que os evolucionistas deste blogue acharam disparatada a ideia de que leões e tigres comem abóboras!

    ResponderEliminar
  12. Sim. Vídeos de felinos a brincar com vegetais são prova irrefutável de que aquando da Criação todos os seres vivos se alimentavam exclusivamente de vegetais. Considera-me convertido.

    Também há videos de felinos a brincarem com balões (não deve ser muito difícil de encontrar), será que isso é prova que se alimentavam exclusivamente de plástico?

    ResponderEliminar
  13. "FRASE DISPARATADA DO PEDRO FERREIRA, MAS COM ALGUMA RAZÃO"

    Oh não.... O perspectiva deu-me (alguma) razão... Acho que ando a trabalhar demais e as ideias começam a definhar. Acho que chegou a altura de tirar férias.... :)

    ResponderEliminar
  14. ARDORIC:

    "Vídeos de felinos a brincar com vegetais são prova irrefutável de que aquando da Criação todos os seres vivos se alimentavam exclusivamente de vegetais."

    Não estavam só a brincar. Estavam a comer!

    O que mostra que o facto de estes animais terem dentes afiados e garras não prova, por si só, que os mesmos têm que ser carnívoros, como alguns aqui disseram.

    Dentes afiados e garras podem ser muito úteis para "trabalhar" alguns frutos...

    A verdade é que os evolucionistas não acreditam na Bíblia, mas também não conseguem provar que estes animais nunca poderiam ter sido vegetarianos...

    Ou seja, não conseguem refutar o que a Bíblia diz sobre a natureza originariamente vegetariana dos animais...

    Pelo que podemos continuar a acreditar no que a Bíblia diz porque não foi avançada qualquer evidência empírica, histórica ou lógica contra o que ela diz...

    Tanto mais que ela tem demonstrado vezes sem conta estar certa quando muitos pensavam que ela estava errada...

    ResponderEliminar
  15. ARDORIC V. OS FACTOS


    O ARDORIC e os outros evolucionistas como ele acreditam que a vida surgiu por acaso, sem que isso tenha sido alguma vez observado.

    Mas não acreditam que no passado tivesse sido possível um leão vegetariano!

    Isto, apesar de isso poder ser observado ainda hoje.

    Quem é que bate todos os recordes de fé cega?


    É o Ardoric, claro!

    ResponderEliminar
  16. ARDORIC v. OS FACTOS

    O Ardoric acredita que no passado distante a vida surgiu por acaso, embora isso nunca tenha sido observado no passado ou no presente.

    Mas não acredita que os animais selvagens, como os leões, possam ter sido vegetarianos e amigos do ser humano, apesar de isso poder ser observado ainda hoje.

    Estes evolucionistas têm uma "racionalidade" ad hoc, feita à medida das suas conveniências...

    ResponderEliminar
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  18. EVOLUCIONISTAS V. FACTOS

    Alguns evolucionistas deste blogue, em desespero de causa, disseram que o DNA não codifica nada.

    Nós é que codificamos coisas sobre o DNA, afirmou-se!

    No entanto, a ciência mostra que o DNA não só codifica informação, como interessante sobre o modo como a introdução de ruído na replicação da informação do genoma causa doenças e morte.

    ResponderEliminar
  19. Não me digam que o P voltou aos leões e às melancia. Vai-me obrigar a repô-lo no meu écrã para não perder esses momentos de alto humor

    ResponderEliminar
  20. ESCLARECENDO A CRISTY

    Os evolucionistas acreditam que no passado distante a vida surgiu por acaso, embora isso nunca tenha sido observado no passado ou no presente.

    No entanto, não acreditam que no passado os leões usassem as garras e os dentes afiados para comer frutos
    apesar de isso poder ser observado nalguns casos ainda hoje!

    ResponderEliminar
  21. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  22. ESCLARECENDO A CRISTY

    Os leões também usam as garras e os dentes afiados para comer melancias!


    É pena os evolucionistas não darem nenhum exemplo da vida a surgir por acaso para percebermos o que é que eles têm em mente quando dizem que isso aconteceu no passado...

    ResponderEliminar
  23. A IDADE DA TERRA

    Neste blogue, a idade da Terra tem sido estimada em 4,5 milhões de anos, com base nos modelos dominantes sobre a formação de planetas.

    Sucede porém que as observações científicas mais recentes refutam os modelos dominantes sobre a formação dos sistemas planetários.

    Logo, a idade estimada da Terra apresentada neste blogue não tem qualquer base científica sólida.

    ResponderEliminar
  24. RECTIFICAÇÃO

    Digo 4,5 mil milhões de anos...

    ResponderEliminar
  25. Uma explicação não evolutiva do comportamento dos leões:

    Um antepassado do Perspectiva, há muito tempo atrás, recebeu um exemplar do Génesis. Como o recebeu ?
    É simples. Durante a travessia do mar vermelho um judeu atrasou-se por causa da satisfação duma necessidade natural.
    As águas retomam o leito do mar a fim de afogar os Egípcios.
    Sobreviveu, deu o Génesis ao antepassado do Perspectiva que o leu.
    Convertido ao judaísmo.

    Atirou-se aos leões para provar ao outros incréus que os leões, as lampreias e o papa formigas, em tempos que já lá vão, eram todos herbívoros. Não falou das melancias à falta delas em África desses tempos.

    Se bem o disse melhor o fez e foi o primeiro a aproximar-se de leoas famintas quando comem carne. Os amigos e conhecidos tremiam de pavor.
    O antepassado do nosso perspectiva fez-lhes um discurso sobre uma espécie de código que está dentro de nós, dum tal macaco tagarela e - acima de tudo que lobos marsupiais dão lobos marsupias. Machos e fêmeas que nesses tempo não havia outra opção.

    As leoas preferiram deixar os amigos do perspectiva dessa é poca levarem um pedaço de carne a ouvirem a explicação.

    E desde aí esses povos usam a mesma técnica.

    Acabou mal o antepassado do perspectiva quando tentou fazer o mesmo com tigres. Estes tem bué de mais mau feitio.

    ResponderEliminar
  26. O mundo está cheio de perspectivas

    A perspectiva dos leões ou dos cães é que se a carne avança

    ou é suicida ou é perigosa

    e cautelas e caldos de gnu não fazem mal a ninguém

    e inté podem fazer bem

    ResponderEliminar
  27. SOUSA PONTE E FRANGUSCA

    Na impossibilidade de comtribuirem com algo de racional, científica ou empiricamente fundado para a discussão, apresentam apenas ruminações cerebrais, na boa tradição dos auto-intitulados Macacos Tagarelas...

    Como bem dizia Charles Darwin, será que as opiniões dos macacos podem ser levadas a sério, se é que eles têm algumas?

    ResponderEliminar
  28. SERÁ QUE O GÉNESIS TEM O EXCLUSIVO DO PARAÍSO?

    Não é apenas em Génesis que encontramos um relato acerca de um estado inicial da Terra onde não existia pecado, corrupção, crueldade predatória e morte.

    Em muitas culturas da antiguidade encontramos muitas tradições de um paraíso inicial.

    O Sousa Ponte e o Frangusta aproveitariam mais e fariam melhor figura se procurassem conhecer essa realidade.

    ResponderEliminar
  29. Jonatas Machado:

    "Sucede porém que as observações científicas mais recentes refutam os modelos dominantes sobre a formação dos sistemas planetários.

    Logo, a idade estimada da Terra apresentada neste blogue não tem qualquer base científica sólida."

    Sugiro que te dediques a coisas que compreendas. A idade da terra ser superior a 7000 anos não está em causa com os achados sobre os sistemas plantarios.

    A tua confusão ou é propositada ou é acidental. Em ambos os casos sugere que sobre este assunto não vale a penas ouvir-te.

    Se há algo que fazes bem, aproveita. Fico muito contente. Mas não é isto. Volta la para o direito europeu e sei lá mais o que.

    ResponderEliminar
  30. Jonatas:

    "O ARDORIC e os outros evolucionistas como ele acreditam que a vida surgiu por acaso, sem que isso tenha sido alguma vez observado."

    Não é bem por acaso. E a vida não surgiu. Foi surgindo. Ainda hoje é dificil desenhar a linha. O virus é vida? E o RNA que se autoreplica e evolui sozinho?

    ResponderEliminar
  31. Ludwig:

    "O que me intriga mais é quem terá sido o doido que descobriu este truque. É que alguém tem de ter sido o primeiro a experimentar afugentar os leões..."

    Estas a falar a sério? Não foi um doido. Foi um grupo de homens com fome. Muita fome.

    Provavelmente evoluiu de uma forma mais complexa que envolvia vários grupos e a expectativa de combate eminente, embora aposte que se tentou sempre primeiro afungentar os lioes, provavelmente com recurso a mascaras. Provavelmente havia um grupo reservado para roubar a carne durante o combate/manobra de diversão do outro grupo.

    Isto é plausivel e o ser humano ainda usa estas tacticas contra... Ele próprio.

    Nota que o ser humano, mesmo longe da tecnologia, é o predador mais eficaz à face da terra. Sabemos fazer armas de quase qualquer porcaria, sabemos comunicar e readaptar tecnicas em tempo real numa batalha usando cada individuo como parte de um todo inteligente, temos uma resistencia fisica admiravel (embora pouca força bruta instantanea - problema resolvido com os numeros), e os nossos membros são maquinas de imitação extraordinárias.

    Nunca houve equilibrio entre o homem e a natureza. Provavelmente sempre estivemos em vantagem e a dizimar recursos. O impacto do homem pré-historico na natureza é cada vez mais bem conhecido. Longe do descalabro dos dias de hoje, claro.

    Naturalmente que sempre preferimos conservar energia e não vamos comer os animais mais dificeis de caçar. Mais vale ir atrás de peixe, herbivoros, etc.

    ResponderEliminar
  32. perspectiva disse...
    SOUSA PONTE E FRANGUSCA

    Na impossibilidade de comtribuirem (novo regime contribuitivo?
    ou nova ortografia? com tribuirem?

    só contribuo para o fisco


    com algo de racional, científica ou empiricamente fundado para a discussão, apresentam apenas ruminações cerebrais, na boa tradição dos auto-intitulados Macacos Tagarelas...

    Como bem dizia Charles Darwin, será que as opiniões dos macacos podem ser levadas a sério, se é que eles têm algumas?

    então não eu levo a sério todos os últimos presidentes da república

    ResponderEliminar
  33. Blogueiros, vejam isto:

    http://sol.sapo.pt/inicio/Sociedade/Interior.aspx?content_id=12651

    A meu ver é um abuso. O médico abusou, fez ataques ao homem (pelo que li) e sugeriu que o jornalista era mau profissional, mas apontado as razões - nomeadamente dar ideia de que as coisas são generalizadas sem provas disso. A coisa perdurou no tempo. Foi um abuso verbal em troca de um abuso de factos infelizes passados em hospitais.

    Mas maior abuso ainda é a pena imposta ao médico.

    Obviamente que a ideia é causar precedente. Acho que isto é algo que vale a pena discutir.

    ResponderEliminar
  34. Os ateus nem admitem a derrota vendo as provas com os seus próprios olhos!
    E dizem que é brincadeira!
    0:13 Abóbora facilmente comida
    0:9, 0:17 Não fazem o mesmo às presas?
    0:50, 1:22, 1:53,
    2:00, 3:19, 3:41 O leão, lince e tigres a mastigarem
    2:25 Tigres preparam-se para comerem abóbora grande e outra pequena

    Bright é assumirem o que vêem.

    ResponderEliminar
  35. http://www.nwcreation.net/videos/
    http://www.youtube.com/watch?v=c8yVQ4OWuWI
    http://www.youtube.com/watch?v=2Y5ORpMTebI

    ResponderEliminar
  36. Não entendi o que tem a ver felinos brincando com abóboras...

    Não estão comendo mer@#$ nenhuma.

    Achei uma puta falta de respeito com as abóboras..

    Deviam dá-las a uns coitaditos crentes que daí teriam destino melhor. (acho)

    ResponderEliminar
  37. perspectiva, encontrei mais provas:

    http://www.youtube.com/watch?v=mUL9BV99zOE

    http://www.youtube.com/watch?v=U6IMOJSz6bc

    http://www.youtube.com/watch?v=lkFY487qwoU

    http://www.youtube.com/watch?v=BMvz100_V5I

    Continua a enviar mais.

    ResponderEliminar
  38. Perspectiva,

    Eu tenho duas gatas que têm a mania de roer e desfazer caixas de cartão. Será que as posso alimentar à base de cartão? :)

    Outra questão que me assola. Que dentes grandes e afiados fossem úteis para comer certos frutos, ainda vá... Mas para que serviriam os venenos das cobras e outros animais? Será que era para os vegetais não fugirem? Será que no paraíso os vegetais tinham pernas e fugiam?

    Aguardo as respostas do especialista Dr. Perspectiva.

    ResponderEliminar

Se quiser filtrar algum ou alguns comentadores consulte este post.