quinta-feira, junho 09, 2011

Posts por encomenda.

Resumo:
Para encomendar um post envie um email para quetretablog@gmail.com indicando o assunto e quanto esse post valeria para si, em bitcoins. Pode enviar também os detalhes que entender acerca de prazos, pormenores que queira ver abordados e assim por diante. Se eu aceitar a encomenda, escrevo o post (ou posts) aqui no blog e depois envio-lhe um endereço Bitcoin para o pagamento. O cliente, que tem sempre razão, decidirá então se cumpri, se fiquei aquém ou se excedi as suas expectativas, e pagará em conformidade.

O que é isso de Bitcoin?
É um sistema monetário digital, distribuído, baseado em encriptação. Tenciono escrever sobre isto, mas por enquanto fica aqui o link para o site e para uns artigos do Rick Falkvinge:
Why I’m Putting All My Savings Into Bitcoin
Bitcoin’s Four Hurdles: Part One – Usability
Bitcoin’s Four Hurdles: Part Two – Transactions
Bitcoin’s Four Hurdles: Part Three – Escrow

Porquê Bitcoin?
A longo prazo, o dinheiro criptográfico vai ser o padrão de troca. Tem as vantagens das moedas e notas, de não depender de intermediários para a troca, anonimato e privacidade, e tem a vantagem das transferências electrónicas, transacções rápidas a distância ilimitada.
A médio prazo, será uma corrida entre a adopção deste sistema pela maioria e a compreensão do que se passa pelos velhos no poder. Quanto mais rápidos formos, menos legislação estúpida teremos de gramar quando tentarem impedir isto. Eu quero ajudar o lado certo a vencer o mais decisivamente possível.
E, neste momento, é uma forma de ultrapassar a minha relutância em monetizar este hobby – bitcoins têm mais estilo do que euros – e também de proteger o meu ego. Se ninguém me encomendar nada posso sempre dizer ah, e tal, é por ser em bitcoins.

Onde é que vou buscar bitcoins?
Uma possibilidade é “minar” moedas calculando os blocos que validam as transacções, mas isso exige bastante poder computacional (ver Bitcoin, Mining). Mais fácil é comprá-las. Eu usei o Mt. Gox.
Já agora, nos últimos tempos o valor das bitcoins subiu rapidamente em relação ao dólar e ao euro. Os €250 de bitcoins que comprei há poucas semanas já valem quase o triplo. Mas não recomendo investir muito nisto, nesta fase (ao contrário do que o Rick Falkvinge diz) porque me parece que assim que surgirem outras moedas criptográficas esta bolha vai esvaziar, e enquanto não houver uma base mais sólida para o comércio em bitcoins os preços vão flutuar muito. Por outro lado, assim que o pessoal admitir que os EUA não podem pagar a sua dívida externa sem desvalorizar imenso o dólar, vai acontecer o mesmo com as outras moedas. Por isso, a menos que queiram investir tudo em ouro, se calhar comprar bitcoins não é má ideia. Sempre espalham os ovos por mais cestos.

O post encomendado tem de ser publicado aqui?
Não necessariamente. Isso pode ser negociado, desde que fique acessível online a qualquer pessoa (sem exclusivos, subscrição, etc) e seja colocado no domínio público.

Porque é que tem de ficar acessível?
Porque não quero receber pedidos de quem tem trabalhos de casa para fazer e quer enganar o professor (ou coisa do género). Ter tudo às claras dificulta o plágio. Além disso, gostava de experimentar pessoalmente este modelo em que se paga o serviço e não um pacote de direitos exclusivos de reprodução e acesso.

E se alguém quiser direitos exclusivos de reprodução e acesso?
Azar.

E para donativos?
Estou indeciso. Por um lado, pode haver quem queira contribuir sem encomendar nada específico. Mas, por outro lado, a minha ideia é que isto seja uma troca consensual para benefício mútuo e não um peditório. Por isso não vou deixar aqui nenhum endereço para donativos, mas quem estiver interessado pode contactar-me e logo se arranja uma solução.

37 comentários:

  1. Ludwig:

    Isso cheira a esturro.

    É um esquema de piramide sem produto material:

    Isto é uma moeda nova que está a ser vendida em leilão numa bolha especulativa sem corresponder a nenhuma produção de bens, serviços ou o que seja. Por isso começou por valer pouco mais que zero, ja que não havia uma referencia tipo "um bitcoin é o que custa uma lavagem de automovel". Afinal o Bitcoin é não só a moeda mas o produto em si proprio. Compra-se "as is". E claro, aumenta o valor com a procura. E a procura apenas! É um esquema especulativo!

    Como de custume os tipos que chegarem primeiro vao fazer dinheiro à custa de montes de gente que o vai perder quando comprarem Bitcoins a um preço exorbitante e a bolha rebentar.

    Depois podem querer trocar os Bitcoins de volta por euros que não vai dar nada de geito.

    Que especie de justiça há em deixar enriquecer uns quantos só porque compraram primeiro uma coisa que não vale nada, mas que está a criar valor só por convencer outros a compra-la?

    Por outro lado, e num problema independente, quem assegura a quantidade de Bitcoins em circulação? Como sabemos que não vão produzir para os amigos conforme dê geito? E se eu descobrir uma maneira de dizer produzir assinaturas digitais para mim?

    E se o gajo que esta a receber os euros pelos Bitcoins fugir com os euros? Ou voltar a por os euros em circulão aumentando ainda mais a velocidade com que a bolha vai rebentar?

    A mim isso parece-me tudo uma grande treta.

    Compra-se anonimanente a gente anonima e sem registo de transações... Isso parece-me optimo para traficar droga, orgãos, armas, pessoas, fugir a impostos, etc. É dinheiro lavado no acto da produção!

    Olha, eu estou a vender Bscoins. TEnho 10000. Vendo a 10 euros cada uma mas como não vou produzir mais só tens de convencer uns amigos a comprar também que eu aumento o preço e os teus Bscoins passam a valer mais. Vamos a isso? Deixa lá os Bitcoins. Vamos comprar o que é nosso.

    ResponderEliminar
  2. João,

    «É um esquema de piramide sem produto material:»

    É uma moeda. Uma moeda, hoje em dia, tem valor apenas em função do valor que dizem que tem e que esperam que tenha. Há muito tempo que se abandonou o ouro como fundamento para o valor da moeda. Na verdade, a maior parte do dinheiro em circulação está na forma de crédito, que mais não é do que promessas que instituições fazem umas às outras. O valor do dinheiro é arbitrário.

    «Depois podem querer trocar os Bitcoins de volta por euros que não vai dar nada de geito.»

    Não me parece, porque este tipo de moeda é a forma mais prática de dinheiro. É muito resistente a falsificações, não ocupa espaço, não precisa de intermediários que possam cobrar comissão ou impostos por transacções, é anónimo e impossível de ser controlado por outros. Os teus bitcoins ninguém tos pode tirar a menos que dês as chaves de encriptação. Só por isso valerá sempre alguma coisa, assim que começar a ser prático usar.

    «Que especie de justiça há em deixar enriquecer uns quantos só porque compraram primeiro uma coisa que não vale nada, mas que está a criar valor só por convencer outros a compra-la?»

    Deixa-me por isto de outra forma. Eu acho que um sistema monetário criptográfico distribuído é uma ideia excelente, e estou disposto a investir nisso parte do meu dinheiro e do meu tempo. Não vejo isto como um esquema para comprar num dia, vender no outro e ficar com mais euros com que comecei. E não percebo como pode ser injusto eu fazer isto por reconhecer o valor deste sistema só porque há muita gente como tu que ainda não percebe o que isto representa. Achas que é mais justo esperar que todos percebam antes de investir nisto. Nunca mais me safava :)

    Os bitcoins prestam um serviço. É um serviço parecido com o que prestam as notas, moedas e os cartões de crédito, mas combinando as vantagens destes sem as suas desvantagens inerentes. Como sistema monetário precisa apenas que as pessoas o usem. Se um número suficiente de pessoas confiar que isto tem valor, terá valor. Caso contrário, não terá, mas essa fraqueza é intrínseca a qualquer sistema monetário.

    ResponderEliminar
  3. [cont...]

    «Por outro lado, e num problema independente, quem assegura a quantidade de Bitcoins em circulação? Como sabemos que não vão produzir para os amigos conforme dê geito? E se eu descobrir uma maneira de dizer produzir assinaturas digitais para mim?»

    Essas perguntas são interessantes, mas a resposta é bastante técnica. A quantidade de bitcoins em circulação é regulada pela rede Bitcoin, e não por indivíduos. A dificuldade dos hashes, os registos de todas as transacções e tudo isso está distribuído. Só muda se a maioria decidir mudar. Nem sequer tens o problema do banco central decidir imprimir uma carrada de notas e desvalorizar o dinheiro de todos. Não é preciso ninguém de confiança para isto funcionar.

    Como sabes que não vão produzir para os amigos? Lendo o artigo. Se perceberes como o sistema criptográfico funciona, ficas mais descansado. Quanto a descobrires como produzir assinaturas digitais para ti, isso é fácil. O código está disponível. O difícil é calculá-las, mas isso é recompensado com bitcoins. Basicamente, precisas ter mais poder computacional do que o resto da rede bitcoin toda junta para aldrabar qualquer transacção mas, nesse caso, ganhas mais dinheiro ajudando a rede a registar transacções.

    Se não quiseres ler o artigo, espera um bocado que tenciono escrever sobre isto.

    «E se o gajo que esta a receber os euros pelos Bitcoins fugir com os euros?»

    Por mim pode fazer o que quiser. Já está registado na rede que as bitcoins são minhas...

    «Ou voltar a por os euros em circulão aumentando ainda mais a velocidade com que a bolha vai rebentar?»

    Não percebo esta pergunta. É claro que vai pôr os euros em circulação. Mas o que é que isso tem que ver com a bolha?

    Concordo que está a haver uma bolha, agora com a publicidade a isto, curiosidade, etc. Mas, ao mesmo tempo, está gente a querer usar bitcoins. E não é claro que as vantagens dos bitcoins sejam insuficientes para manter o valor alto.

    «Compra-se anonimanente a gente anonima e sem registo de transações... Isso parece-me optimo para traficar droga, orgãos, armas, pessoas, fugir a impostos, etc»

    Certo. Mas nota que isso se aplica exactamente da mesma forma às notas e moedas. Ou a qualquer outra coisa que uses como moeda de troca que não seja controlada pelo governo e bancos. E essa é uma razão para crer que os bitcoins não vão desvalorizar completamente. Não é uma bolha de algo sem valor. É algo com muito valor para muita gente. Para toda a gente, não só criminosos. Supõe que queres encomendar uma coisa da China mas o teu banco cobra-te pela transferência, ou alguém na China decide que não podes fazer essa transacção. Com notas poderias, se conseguisses mandá-las para lá. E com bitcoins consegues e ninguém pode fazer nada contra isso.

    Bitcoins é uma aplicação da criptografia para autenticar as promessas de dívida entre pessoas. E é exactamente isso que o dinheiro é: promessas de dívida. A diferença é que quando usamos criptografia já não ficamos dependentes dos banqueiros, ministros das finanças, directores dos bancos centrais, etc.

    «Olha, eu estou a vender Bscoins. TEnho 10000. Vendo a 10 euros cada uma»

    Informa-te um pouco melhor, e depois continuamos a conversa. Por esta parte parece-me que não percebeste bem ainda o que isto é...

    ResponderEliminar
  4. Ludwig:

    Eu li o site deles e sei que o dinheiro é um contracto. Sei que o ouro já não tem correspondencia com o valor da moeda há muito e mesmo que tivesse o ouro é outra coisa que vale pouco por si só. O ouro se tivesse apenas procura tecnologica ou por quem o sabe distinguir de imitações não valia metade do que vale. Idem para o diamante. Também precebi, para meu espanto, que a autenticidade (mas não o valor) do BC está relacionado com uma determinada sequencia de numeros que num dado contexto é dificil de conseguir (fico satisfeito por finalmente aceitares que as sequencias não são todas iguais quanto ao valor e significado mas fica para outra altura esta discussão). Por outras palavras asssenta na expectativa do poder de computação que cada um pode ter.

    Digo isto para que não precisemos de voltar aos fundamentais a que a tua resposta parece querer levar e que o teu comentário explicitamente aponta.

    Agora repara. A moeda de cada estado ou união de estados tem um valor relacionado com o que esse estado consegue produzir. Existem seculos de evolução em que tentamos tornar o valor do dinheiro uma coisa estavel, compreensivel e não manipulável por quem o produz. Nos sabemos a quantidade de dinheiro que ha em circulação e que essa quantidade deve dar para pagar o tipo de bens e serviços que se prestam e trocam. Sabemos quando vão aumentar a quantidade, e tentamos não produzir muito mais que o aumento da produçao real de bens.

    O que o Bitcoin esta a fazer é sem aumentar a produção colocar mais divisa no mercado. A não ser que o dinheiro que seja usado para trocar por Bitcoins fique guardado num banco central (e voltamos ao mesmo) e não volte a circular. Se não fizeres isto, no minimo tens de arranjar maneira que não se coloque mais dinheiro antigo em circulaçao enquanto so introduzes Bitcoins ao ritmo do crescimento economico. CAso contrário, estas a desvalorizar ambas as moedas. PAra a mesma riqueza tens mais quantidade de unidades monetarias em circulção pelo que elas têm de valer menos.

    Isto por um lado. Se por outro guardares o euro ou dollar que foi usado para comprar Bit coins num banco central, ou melhor, o destruires, então o mercado mantersehá estavel quanto à divisa. É o que se faz quando se quer trocar uma moeda por outra.

    Mas quando se troca uma moeda por outra, é suposto não começar todos os equilibrios de valor a partir do zero e levar a uma redistribuição da riqueza aleatoria. É suposto ter uma referencia do valor para a nova moeda para precisamente evitar o que tu ja admites que acontece aqui. Uma bolha especulativa. E redistribuição da riqueza sem +produção associada. Aquilo que é o pior que acontece numa especulação de bolsa ou de esquema de piramide.

    ResponderEliminar
  5. Ludwig:

    (cont)
    Por outro lado se daqui a uns anos ninguem quiser BItcoin mesmo que a bolha não rebente, ele deixa de valer. Porque há outras moedas que não são feitas à maluca, sem transparencia, tipo quem chega primeiro fica com o cambio mais barato.

    BAsta as pessoas aperceberem-se que precisamos de bancos centrais para alguma coisa e que a transpareencia sempre tem alguma importancia.

    A unica razão pela qual eu não posso iniciar a minha moeda é porque tu não queres. Também eu posso inventar um algoritmo complicado de encriptação para entreter as maquinas muito tempo a produzir sequencias unicas e a vender essas sequencias.

    So tenho de convencer as pessoas a trocar uma moeda estavel por uma moeda obscura, assente na unicidade momentanea de uma sequencia de numeros, e convence-las que não quero vender apesar de as avisar que daqui a nada vai ser muito masi caro.

    Em relação às outras moedas, sempre tens um minimo de garantia por oraganismos cetnrais do valor da moeda.. E isso claro que se paga. Aqui não. É a procura que determina o valor dela nesta fase, em vez do tipo de serviços que ela pode pagar (como aconteceu com as outras no passado e no presente).

    Isso não tem nenhuma diferença de uma esquema de piramide excepto que o qeu se vende são as ditas chaves e que está a ser marketizado como se fosse uma divisa. Mas as divisas têm de correspoder a serviços ou produtos mesmo que não tenham de ter o seu valor associado a apenas um. Senão para portugal sair da crise bastava produzir apenas mais euro e estava feito, ficamvamos por aqui. Assim temos de tentar que alguem valorizes esse euro assim produzido pagando juros.

    E continuo a dizer que transações obscuras não são boas senão para mercados paralelos e sem regras, não para contruir um bem comum..

    Isso parece-me (eufemismo) uma montanha de asneiras sustentadas por outras asneiras. É obvio que os organismos que regulam mercados, regulam a economia, etc não podem permitir um tal disparate. É obvio que isso so vai servir para ser mais uma economia paralela com redistribuiçao de riqueza sem merito associado.

    Dizes que o merito está em ver como isto é bom? Talvez seja bom para comprar uranio à russia e vender ao irão, criar valor apenas por uma procura cega, etc. Mas para uma economia honesta e sustentada na produção real em mercados com regras de segurança, etc, não.

    Vais perder tempo a defender isto? Então sugiro que respondas às seguintes perguntas:

    1 - Porque transações ocultas não são a melhor maneira de criar mercados negros e outros paralelos a uma economia que visa um determinado nivel de estado social.
    2 - Como produzir mais moeda sem aumentar a riquisa real sem que isso leva a uma desvalorização da divisa.
    3- Como tornar um sistema de valor assente apenas na procura especulativa algo sustentável e estavel. (ao fim e ao cabo conseguiram fazer isso com os diamentes talvez consigam fazer com as chaves encriptdas...)
    4 - Porque precisamos de criar uma nova corrida ao ouro (chaves encriptadas) e redistribuir a riquesa por ordem de chegada dos participantes só para poder ter transações um pouco mais baratas e um pouco mais rápidas. Há e poder ter merxcados negros e paralelos.

    ResponderEliminar
  6. Ludwig:

    (cont)

    "É algo com muito valor para muita gente. Para toda a gente, não só criminosos. "

    Sim, toda a gente gostaria de deixar de pagar taxas, impostos e coisas assim. Só que eles estão la para pagar outras coisas que fazem falta. Por isso a verdadeira vantagem disto é para quem quer transçoes obsecuras.

    E não o dinheiro não é 100% obscuro. Por isso é que precisa de ser lavado, para se lhe perder o cheiro e o rastro.

    ResponderEliminar
  7. "E é exactamente isso que o dinheiro é: promessas de dívida. A diferença é que quando usamos criptografia já não ficamos dependentes dos banqueiros, ministros das finanças, directores dos bancos centrais, etc."

    Só que assim não tens estabilidade nenhuma naquilo que acordaste que era a divida. Um dia de manha acordas e o que te devem por um mes de trabalho so da para pagar uma sandes. Por isso é preciso uma correspondencia real a algo mais estavel, como o PIB de nações.

    Já passámos pela fase da troca direta e da moeda emitida por quem quisesse. Ja sabemos que quanto mais centralizado melhor e que tudo o que não corresponde a produção é inflação.

    E que precisamos de organismos centrais para ver se tudo esta a passar-se honesta e equilibradamente.

    ResponderEliminar
  8. SE queres trocar a moeda por chaves digitais tens de fazer isso com regras. TEns de propor uma prazo de troca, tens de propor um valor para a divisa em relação ao que ja sabemos quanto custa, etc. Até já passamos por isso.

    Eles são os primeiros a admitir que as chaves de encriptação não têm valor de produção equivalente ao que se pretende que elas valham. Se não estão a trocar uma divisa por outra estão realmente a vender essas chaves. Como o valor da chave é negligenciavel no contexto, e apenas a procura sem necessidade (há outras moedas) lhe dá valor estas a criar um esquema de piramide em que os do topo vão enriquecer com o dinheiro que os debaixo puserem na piramide. Não precisas de fazer isto para trocar uma moeda.

    Nota bem: Não precisas de fazer este esquema de piramide para trocar uma moeda por outra. A não ser que não estejas a trocar moeda mas a introduzir outro bem transacionavel no mercado. E para bem transacionacvel este não tem valor intrinseco, está sugeito aos caprichos da procura apenas.

    Assim é um disparate que vai perdurar no submundo de mercados paralelos como um cancro ja que estas bolha quanto rebentar não vai ter caras para prender. É um crime reditribuido contra a economia das nações.

    ResponderEliminar
  9. E não confundas isto com um investimento em algo que leva a produçao como fazem os tipos no site deles com a Apple.

    É um disparate pegado.

    Daqui só se aproveita tu finalmente aceitares que ha sequencias de numeros a que podemos dar valor dentro de um contexto social.

    ResponderEliminar
  10. João,

    «fico satisfeito por finalmente aceitares que as sequencias não são todas iguais quanto ao valor e significado mas fica para outra altura esta discussão»

    Eu sei que os números não são todos iguais. 17 não é igual a 18. E sei que podem ter significado diferente. Eu posso usar o 17 para significar “cuidado com a cabeça” e tu para significar “desliga o fogão”. O que eu digo é que é absurdo dizer que o 17 é propriedade tua e o 18 propriedade minha.

    «A moeda de cada estado ou união de estados tem um valor relacionado com o que esse estado consegue produzir.»

    Não. A moeda tem um valor relacionado com o que as pessoas esperam poder fazer com ela. Se esperam poder trocá-la por outras coisas, tem valor. Se acham que aquilo não vai servir para nada, não tem valor. Entre 1918 e 1923, o marco alemão desvalorizou 1.000.000.000.000 de vezes. Isto não foi por a Alemanha ter passado a produzir em 1923 um milhão de milhões de vezes menos do que produzia em 1918.


    É verdade que as moedas baseadas em Estados mantém o seu valor, em parte, porque esses Estados se comprometem a comprar essa moeda dê lá por onde der. Mas isso não é uma segurança 100%, e é igualmente sensível à percepção geral.

    «O que o Bitcoin esta a fazer é sem aumentar a produção colocar mais divisa no mercado.»

    É o que qualquer país faz. Quando o BCE baixa as taxas de juro ou os USA imprimem dólares estão a aumentar as divisas sem aumentar a produção. E quando trocas dólares por euros não queimas os dólares.

    «Por outro lado se daqui a uns anos ninguem quiser BItcoin mesmo que a bolha não rebente, ele deixa de valer.»

    Certíssimo. Mas isso aplica-se a qualquer moeda. Vê, por exemplo, o dólar do Zimbabwe

    ResponderEliminar
  11. [cont]

    «BAsta as pessoas aperceberem-se que precisamos de bancos centrais para alguma coisa e que a transpareencia sempre tem alguma importancia.»

    Na rede bitcoin todas as transacções ficam registadas publicamente. É o mais transparente possível (só que só o dono de cada endereço é que sabe a quem esse endereço pertence).

    «Isso não tem nenhuma diferença de uma esquema de piramide.»

    Um esquema de pirâmide é insustentável assim que deixam de entrar novas pessoas, e tem de meter novas pessoas exponencialmente. O bitcoin é sustentável desde que as pessoas usem bitcoins para transacções. Não precisa de meter pessoas novas para não colapsar.

    «Porque transações ocultas não são a melhor maneira de criar mercados negros e outros paralelos a uma economia que visa um determinado nivel de estado social.»

    As transacções na rede bitcoin são obrigatoriamente públicas, ao contrário das transacções monetárias normais. O que acontece é que na rede bitcoin as transacções são anónimas, como acontece quando compras a dinheiro.

    «Como produzir mais moeda sem aumentar a riquisa real sem que isso leva a uma desvalorização da divisa.»

    Sempre que aumentas o volume da moeda, mantendo o resto constante, ela desvaloriza. Isso é verdade com todas e não é uma coisa má (incentiva a que gastem a moeda). Na verdade, um problema do bitcoin é o oposto; com um limite pré-programado de 21 milhões, vai tornar-se deflaccionária, e isso há quem diga que é mau.

    « Como tornar um sistema de valor assente apenas na procura especulativa algo sustentável e estavel.»

    Tornando-o também um sistema conveniente e seguro para transacções. Se transferir dinheiro pelo banco demora 5 dias e tenho de pagar comissão, mas por bitcoin demora 5 minutos e é gratuito, por exemplo.

    « Porque precisamos de criar uma nova corrida ao ouro (chaves encriptadas) e redistribuir a riquesa por ordem de chegada dos participantes só para poder ter transações um pouco mais baratas e um pouco mais rápidas.»

    Não precisamos. Mas parece-me que é suficientemente conveniente para que valha a pena entrar nisso.

    «e poder ter merxcados negros e paralelos.»

    Propões abolir as notas e as moedas, e o segredo bancário, para não haver mercados negros e paralelos? Isso não é um produto do bitcoin. Com dinheiro fazes o mesmo.

    ResponderEliminar
  12. Ludwig,

    «este tipo de moeda é a forma mais prática de dinheiro»

    Pois, mas se faltar a luz ficas teso!

    Já em tempos o Benjamin Franklin tentou um “reboot” ao sistema monetário com bitcoins da época. O problema é que o pessoal e governos querem endividar-se... Party!!! Quem nos tira um banco emissor tira-nos tudo.

    ResponderEliminar
  13. Bruce,

    «Pois, mas se faltar a luz ficas teso!»

    Se só tiver bitcoins, sim. (E, visto de outra forma, espero que tenhas razão por muitos mais anos :)

    E os empréstimos vão continuar, provavelmente. O que isto nos dá é uma alternativa, mais um cesto onde por alguns ovos e ficar menos dependente do Big Brother.

    ResponderEliminar
  14. Eu dou 600 mil Bit con's em troca sobre um articulado sobre a possibilidade de golpes de estado digitais
    traficantes de bit's digitais
    subornos digitalizados em moedas personalizadas :Bit krippahl's
    Bite Vasco's Gonçalves ou até o tal de Moedas do PSD

    e já agora escravatura digital podendo-se pagar qualquer dívida em escravos digitais ou em obrigações sobre as propriedades lunares

    Por outro lado, assim que o pessoal admitir que os EUA não podem pagar a sua dívida externa sem desvalorizar imenso o dólar, vai acontecer o mesmo com as outras moedas.

    Por isso o ideal é cada um criar a sua
    ou imprimi-la ao estilo do Alves dos Reis mas ahora digitalmente


    Por isso, a menos que queiram investir tudo em ouro, se calhar comprar bitcoins não é má ideia. Sempre espalham os ovos por mais cestos.

    resumindo eu vou gastar os bit con's antes que ninguém queira trocar as vacas digitais por eles
    eu tenho dois porquinhos digitais se quiser fazer bacon digital
    tenho de arranjar um talhante virtual ou o pig divide-se por milagre birtual?

    ResponderEliminar
  15. acho que há muitos meses atrás tinha escrito algures a ideia do
    tipo que fez o Sítio do Pica Pau amarilho

    Monteiro Lobato que em 1920 pensava na criação de uma moeda que se desvalorizaria todos os dias obrigando assi as pessoas a gastar o dinheiro antes que este perdesse o valor segundo ele estimularia a economia

    ideias e moedas malukas há muitas

    idealmente a moeda deveria chamar-se Mad off con's

    ResponderEliminar
  16. مقررات دراسية dou uma reza plas alminhas

    ResponderEliminar
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  18. "«A moeda de cada estado ou união de estados tem um valor relacionado com o que esse estado consegue produzir.»

    Não. A moeda tem um valor relacionado com o que as pessoas esperam poder fazer com ela. Se esperam poder trocá-la por outras coisas, tem valor. Se acham que aquilo não vai servir para nada, não tem valor. Entre 1918 e 1923, o marco alemão desvalorizou 1.000.000.000.000 de vezes. Isto não foi por a Alemanha ter passado a produzir em 1923 um milhão de milhões de vezes menos do que produzia em 1918."

    Ok. Estás portanto a dizer que o valor do dinheiro é uma crença no que se pode fazer com ele. Então eu digo-te que a diferença entre crenças é a jsutificação que elas têm. Especulação é crença injustificada. Dar valor à moeda de acordo com a saude do sistema de quem a produz é uma justificação razoavel para essa crença.
    A Alemanha em 1918 saiu derrotada de uma guerra com os países com os quais faria trocas comerciais. Naturalmente que a produção económica e credibilidade da economia era fraca. É verdade que a moeda perde se ninguém acreditar nela. Mas isso acontece em função do que existe por trás de quem a emite.

    ResponderEliminar
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  20. TU: É verdade que as moedas baseadas em Estados mantém o seu valor, em parte, porque esses Estados se comprometem a comprar essa moeda dê lá por onde der. Mas isso não é uma segurança 100%, e é igualmente sensível à percepção geral.

    EU: Não sendo 100% parece-me que é melhor que o nada do Bitcoin.

    EU «O que o Bitcoin esta a fazer é sem aumentar a produção colocar mais divisa no mercado.»

    TU É o que qualquer país faz. Quando o BCE baixa as taxas de juro ou os USA imprimem dólares estão a aumentar as divisas sem aumentar a produção.

    EU - Sem regras? Não é o que qualquer país faz. Quando se aumenta a quantidade de dinheiro tem-se em conta o que ja existe em função da produção do sistema que valoriza esse dinheiro. É algo feito com cabeça e no caso dos EUA até tem em conta a estimativa de dinheiro falso que ha em circulação para que não se liberte dinheiro a mais. Por outro lado, essa estimativa não conta que todos os paises que guardam dolares os libertem. Se a China liberta-se todos os dolares que tem arruinava o dollar por desvalorização da moeda. Que perdia valor. Se isto fosse muito rápido poderia levar uma boa parte da economia à frente. São riscos, e há problemas mas não justificam passar para a desregulação total só porque aqui ha problemas. Ainda é o melhor que se consegue fazer.

    ResponderEliminar
  21. TU: " E quando trocas dólares por euros não queimas os dólares."

    EU: Não, mas quando cada pais trocou a moeda antiga pelo Euro a moeda antiga deixou de circular. Porque? Para não desvalorizar a moeda para metade. E porque é que não queimas os dolares? Porque aquilo que se espera que o dolar valha é suportado por uma estrutura diferente da do euro. O Bitcoin não é suportado por nada. É apenas um credito basseado na crença injustificada. Versos a que é justificada na economia.

    EU «Por outro lado se daqui a uns anos ninguem quiser BItcoin mesmo que a bolha não rebente, ele deixa de valer.»

    TU: Certíssimo. Mas isso aplica-se a qualquer moeda. Vê, por exemplo, o dólar do Zimbabwe
    FAzes bem em comprar com o dollar do Zimbabue. Mas não com QUALQUER MOEDA. Percebes?

    EU: «BAsta as pessoas aperceberem-se que precisamos de bancos centrais para alguma coisa e que a transpareencia sempre tem alguma importancia.»

    TU: Na rede bitcoin todas as transacções ficam registadas publicamente. É o mais transparente possível (só que só o dono de cada endereço é que sabe a quem esse endereço pertence).

    ~EU: Isto pode ser muita coisa menos transparencia. EU chamo-lhe ocultaçao e parece-me a melhor maneira de não se poder cobrar impostos, etc. Não responde de qualquer modo à minha argumentação pela inteligencia na organisação dos mercados. Ja sabemos que não podem ficar entrgues a eles proprios e que é preciso criar um fundo de riquesa comum.


    EU: «Isso não tem nenhuma diferença de uma esquema de piramide.»

    TU: Um esquema de pirâmide é insustentável assim que deixam de entrar novas pessoas, e tem de meter novas pessoas exponencialmente. O bitcoin é sustentável desde que as pessoas usem bitcoins para transacções. Não precisa de meter pessoas novas para não colapsar.

    EU: Tens a certeza que não precisa de pessoas novas? Porque da maneira que está a ser comercializado, o seu valor não está relacionado com a utilidade que ele tem. Nem com a economia e produção de nenhuma entidade. Precisas mesmo que haja injecção de dinheiro nesse sistema de Bitcoins ou para parar a injecção que o dinheiro injectado passe a existir apenas como Bitcoins. Tal como se fez com a passagem ao euro.

    ResponderEliminar
  22. EU: «Porque transações ocultas não são a melhor maneira de criar mercados negros e outros paralelos a uma economia que visa um determinado nivel de estado social.»

    TU: As transacções na rede bitcoin são obrigatoriamente públicas, ao contrário das transacções monetárias normais. O que acontece é que na rede bitcoin as transacções são anónimas, como acontece quando compras a dinheiro.

    EU: Nao tens o rastro do dinheiro. O que chamas publico é toda a getne saber que algures, alguem moveu aquele montante. Mas não sabes quem. Isso tão perto de ser publico como a vida sexual das toupeiras. Não respondes outra vez aos pontos principais.



    EU: «Como produzir mais moeda sem aumentar a riquisa real sem que isso leva a uma desvalorização da divisa.»

    TU: "Sempre que aumentas o volume da moeda, mantendo o resto constante, ela desvaloriza. Isso é verdade com todas e não é uma coisa má (incentiva a que gastem a moeda). "

    EU: Sim é uma coisa má porque precisas de mais moeda para comprar o mesmo. Se não te aumentarem o salário perdes poder de compra. É um problema conhecido em paises pobres e imaturos.

    TU: "Na verdade, um problema do bitcoin é o oposto; com um limite pré-programado de 21 milhões, vai tornar-se deflaccionária, e isso há quem diga que é mau."

    EU Não é o oposto. Porque pare aonde parar o bitcoin ja esta a ser injectado no sistema sem corresponder a uma produção de riqueza. Ja esta a desvalorizar-se a ele e a qualquer moeda dos mercados onde se tornar uma divisa paralela. (E ja esta a enriquecer uns na medida da injecção de capital por parte de outros). A inflação ja esta a andar. Pare quando parar. E pior. Não é o unico, ja descobri que ha uma data de gente a emitir moeda no mundo das redes de pares. Quando o Bitcoin deixar de ser produzido, o que eu duvido ja que a ideia é todos mandarem no sistema, ele continuará ligado ao mesmo que lhe dá valor hoje. A crença injustificada. MAs sem a expeculação de um mercado imaturo para uma divisa que é emitida sem corresponder a nada.

    ResponderEliminar
  23. EU « Como tornar um sistema de valor assente apenas na procura especulativa algo sustentável e estavel.»

    TU: Tornando-o também um sistema conveniente e seguro para transacções. Se transferir dinheiro pelo banco demora 5 dias e tenho de pagar comissão, mas por bitcoin demora 5 minutos e é gratuito, por exemplo.

    EU: Mas esta é a maneira errada (emissão de divida pirata) de baixar os custos das comissões. Não e a única. Não tens de por mais divisa manhosa em circulação. Por outro lado o bitcoin parece-me que esta a ser vendido assima do custo da utilidade que tem, e que está completametne mercê da especulação.

    EU: « Porque precisamos de criar uma nova corrida ao ouro (chaves encriptadas) e redistribuir a riquesa por ordem de chegada dos participantes só para poder ter transações um pouco mais baratas e um pouco mais rápidas.»

    TU : Não precisamos. Mas parece-me que é suficientemente conveniente para que valha a pena entrar nisso.

    EU A mim parece-me o oposto. Se vais pelo caminho da divisa, está tudo mal feito. Se vais pelo caminho de ser um bem transacionavel, e vendido de acordo com a utilidade pelo que teria uma correspondencia a dinheiro a sério também. Porque ja vale mais qeu a utilidade que supostamente tem e arrisca demasiadas coisas que descobrimos que precisamos ao longo de séculos. Como a centralização de fundos economicos, a minima regulação dos mercados, a taxação de custos e rendimentos, etc.

    ResponderEliminar
  24. EU: «(isso serve para (...)) e poder ter merxcados negros e paralelos.»

    TU: Propões abolir as notas e as moedas, e o segredo bancário, para não haver mercados negros e paralelos? Isso não é um produto do bitcoin. Com dinheiro fazes o mesmo.

    EU: Não, proponho que o facto de haver alguma dificuldade em seguir o rastro a notas e moedas (mas que não é impossivel, ja que elas têm numeros) não sirva de argumento para tornar tudo obscuro e impossivel de seguir o rastro.

    ResponderEliminar
  25. João,

    Acho que estás baralhado com uma data de coisas. Vou tentar esclarecer brevemente algumas, mas tenho de deixar outras para um ou mais posts, porque me parece que a confusão é grande demais para comentários :)

    «Estás portanto a dizer que o valor do dinheiro é uma crença no que se pode fazer com ele.»

    É exactamente isso. Essa crença pode ser ajudada com algumas garantias, mas se a percepção generalizada for que o euro para a semana não vai valer nada, o euro cai já hoje porque todos se vão querer livrar dele.

    «quando cada pais trocou a moeda antiga pelo Euro a moeda antiga deixou de circular. Porque?»

    Porque isso não foi uma troca no sentido do câmbio, em que se compra uma moeda pagando com outra, mas uma substituição do sistema monetário, em que se elimina um sistema para começar outro. Quando compras dólares para ir aos EUA não estás a comprar um pagando outro e por isso ninguém vai queimar euros ou dólares. O mesmo se comprares bitcoins.

    «Tens a certeza que não precisa de pessoas novas?»

    Claro que não. É um sistema de troca. Basta que um grupo de pessoas o use para ter valor. E não precisas de injecção de dinheiro coisa nenhuma. Só há injecção de dinheiro porque há pessoas a querer comprar bitcoins em vez de as gerar com o PC. Mas basta que as pessoas comecem a comprar e vender coisas em bitcoins para o sistema ser útil e funcionar.

    «Nao tens o rastro do dinheiro.»

    Se pegares numa nota ou moeda também não sabes quem andou com ela.

    «Porque pare aonde parar o bitcoin ja esta a ser injectado no sistema sem corresponder a uma produção de riqueza.»

    O bitcoin não é injectado no sistema. É usado por quem quiser. E o dinheiro que os bancos injectam no sistema não corresponde a produção de riqueza. Mas isso fica para o post.

    « proponho que o facto de haver alguma dificuldade em seguir o rastro a notas e moedas (mas que não é impossivel, ja que elas têm numeros)»

    Toda as bitcoins têm números. Não têm é o nome e a morada dos donos. Mas isso as notas também não têm.

    «não sirva de argumento para tornar tudo obscuro e impossivel de seguir o rastro.»

    O argumento para que o Estado não controle quantas pastilhas elásticas ou preservativos tu compras a dinheiro não é a dificuldade em seguir o rastro. É o teu direito à privacidade. Um direito do qual tinhas de prescindir para poder fazer transacções electrónicas mas que, com moeda criptográfica, já podes preservar. Se isso para ti não tem valor e preferes o poder de bisbilhotar no que os outros compram, aceito essa divergência, mas terás de aceitar também tu que outros tenham valores diferentes.

    ResponderEliminar
  26. «Quando compras dólares para ir aos EUA não estás a comprar um pagando outro»

    O "não" ficou a mais...

    ResponderEliminar
  27. 1º uma moeda quer seja gado ou sal

    representa confiança

    se eu trocar 2 quilos de farinha por 200 gramas de sal

    ou vice-versa

    quero crer que a farinha não tenha cal

    e o sal não tenha enxofre

    ResponderEliminar
  28. Quantos bitcoins iria custar um post que comprovasse a evolução das espécies ou explicasse o porquê de não ser observável (a curto prazo)?

    Para as moscas da fruta, Mats diz "Cem Anos de Tortura e Nenhuma Evolução"
    Eu concordo "A fantástica plasticidade que os seres vivos aparentam ter ao longo de milhões de anos não é verificável em laboratório?"
    http://tinyurl.com/6cn8go8

    À semelhança de alguns produtos, caso não fique satisfeito terei direito a uma devolução em dobro?

    ResponderEliminar
  29. nmhdias,

    Como explico no post, não há devolução. Fazes-me uma oferta, eu decido se me interessa, e se escrever tu decides se vale o que ofereceste, se vale menos ou se vale mais. Só pagas depois de ver o resultado.

    ResponderEliminar
  30. Há demasiadas variáveis (pesquisa, divertimento, trabalho) a ter em conta para conseguir avaliar o que é o custo justo.
    Que tal o equivalente a um café com natas?

    ResponderEliminar
  31. perdão, pastel de belém.

    ResponderEliminar
  32. nmhdias,

    O preço justo é qualquer um que ambas as partes concordem, sem coação e numa negociação equilibrada. Visto que, além disso, isto não é nada de que dependamos para viver, não percas muito tempo com as variáveis e diz só o que achas que vale para ti :)

    ResponderEliminar
  33. Ludwig,

    "diz só o que achas que vale para ti"
    O problema mantém-se. Não sei.

    Surgiu-me a ideia de recompensa em géneros "café+pastel belém", equivale a 2€(?).

    ResponderEliminar
  34. nmhdias,

    Nessa parte, de decidir quanto vale para ti, não te posso ajudar :)

    Mas manda-me um email para quetretablog@gmail.com a explicar o que queres e +- quanto vale, para eu depois te poder enviar o endereço bitcoin em privado. E não te preocupes muito com a escolha do valor exacto, que eu também não :)

    ResponderEliminar
  35. bem, com a bitcoin a valer neste preciso momento 699,99 €, o meu amigo já se pode reformar!

    ResponderEliminar
  36. Ludwig,

    Caso publiques aqui no ktreta um post encomendado, farás alguma referência a esse facto no próprio post ou este aparecerá como um post "normal"?

    Abraço

    ResponderEliminar

Se quiser filtrar algum ou alguns comentadores consulte este post.