domingo, fevereiro 22, 2015

Treta da semana (passada): especial é pouco.

«A Romilda é especial. Desde muito nova começou a ver as pessoas para além da pele. Vê o corpo à transparência, como um raio X, onde as zonas problemáticas se apresentam em tons diferentes de acordo com a gravidade da situação.»(1)

É assim que se apresenta Romilda Costa, curandeira brasileira que já há 18 anos dá consultas em Portugal. Eu penso que esta descrição peca pela modéstia porque a Romilda tem de ser muito mais do que meramente especial. Para começar, um raio X apenas mostra a densidade dos vários tecidos e é preciso depois um médico com anos de formação e experiência para fazer daí um diagnóstico, normalmente usando também informação de outros exames. O raio X da Romilda indica automaticamente onde estão os problemas. Mas faz mais do que isso. No vídeo que Romilda apresenta no seu site, aos 14 minutos, ela diz a uma voluntária que a sua serotonina “trabalha muito rápido”. A serotonina é uma pequena molécula orgânica, libertada pelos neurónios nas sinapses, onde o espaçamento entre as células é de cerca de vinte milionésimas de milímetro. A transmissão sináptica demora menos de uma milésima de segundo (2). E a Romilda não só vê isto a olho nú como consegue perceber, só de olhar, quando a serotonina “trabalha muito rápido”. Mas isto nem é o mais fascinante. Ao diagnosticar aquela senhora, a Romilda viu um quistozinho “entre o ovário e o colo”. O extraordinário é que o quisto tinha sido removido dois anos antes. A visão da Romilda não se restringe ao tempo presente mas transcende as limitações espácio-temporais que a natureza impõe aos meros mortais.

Romilda Costa parece ter também uma vida extraordinária. Em 2003 foi instaurado um inquérito pelo Conselho de Administração do Serviço Regional de Saúde da Madeira pela morte de um paciente após uma visita pouco ortodoxa: «O inquérito refere que uma das duas mulheres que se encontravam no quarto particular do Centro Hospitalar do Funchal, estaria a vestir uma camisa da noite, em frente ao doente, um empresário do Porto Moniz, enquanto a outra, identificada como sendo Romilda, mas da qual o hospital não tem registo, estaria deitada num colchão com pouca roupa vestida.»(3)

Em 2011, o médico Paulo Jorge Coelho fez uma participação à Entidade Reguladora da Comunicação Social contra essa edição do programa A Tarde é Sua. No entanto, a ERC considerou a participação improcedente alegando que «não está habilitada, nem detém as devidas competências, para avaliar e manifestar-se sobre as questões de ordem médica que podem resultar do referido programa». Aparentemente, é preciso grande competência técnica para concluir que "serotonina trabalha muito rápido" e «muita esqueriose» são diagnósticos da treta.

Eu penso que à Romilda só falta um pouco mais de confiança nos seus dons. No mês passado, Romilda desapontou os pacientes a quem tinha prometido deslocar-se a Jersey, no Reino Unido, para dar consultas. Num comentário no Facebook, Romilda pediu desculpa mas, afinal, não poderia ir «Pelo simples fato de já varias pessoas me terem dito, que corro o risco de ser expulsa do pais, ou ate mesmo presa»(5). Parece que as autoridades britânicas têm uma certa aversão a quem vai lá trabalhar sem autorização nem intenção de pagar impostos. Gostava de deixar aqui uma palavra de encorajamento à Romilda para que confie mais na sua missão e na protecção divina. Que não tenha receio de levar os seus dons para outros países. E quantos mais e mais longe, melhor.

1- RomildaCosta.com, Centro de Tratamento Natural (obrigado ao leitor que me enviou um email com este link).
2- Wikipedia, Chemical synapse
3- Tribuna da Madeira (via saudinha.pt), MP mantém investigação do caso que envolve o hospital e Romilda
4- ercs, Deliberações adoptadas pelo conselho regulador a 25, 26 e 27 de outubro de 2011
5- Romilda Costa, 22 de Janeiro de 2015 (Facebook)

13 comentários:

  1. Respostas
    1. Eu preferia um vídeo sobre como vencer a ignorância desses tipos que:
      - Chamam sua crença estúpida, ultrapassada e sem validade científica alguma, de Ciência;
      - Ficam fazendo proselitismo dessa pseudociência em Artigos que NADA tem a ver com isso.

      Mas me contento em ver o quanto é cômica a tentativa dessa turma, no desespero de tentar convencer a alguém, é uma forma de tentar convencer a si mesmos - algo que não conseguem mais.

      Eliminar
    2. Jonatas Silva:
      "Eu preferia um vídeo sobre como vencer a ignorância desses tipos que:
      - Chamam sua crença estúpida, ultrapassada e sem validade científica alguma, de Ciência



      Estamos sempre prontos a dar-te uma ajuda.

      Mats.

      Eliminar
    3. Mats e suas múltiplas personalidades que nada mais são que na verdade falta de personalidade, Vamos por na balança:

      De um lado a posição da Ciência oficial, dos cientistas de verdade, cujas conclusões são baseadas em todas as evidências indicando que o Universo e a Vida tem bilhões de anos, e que a Evolução das espécies é um fenômeno real e comprovado. Quando procuro artigos científicos e citações de artigos, referências, pesquisa de campo, tudo apenas aponta numa direção: Ciência Naturalista.

      De outro o bloguisinho decadente do Mats/Lucas/SejaLáMaisQuemFor baseado no answeringenesis, que nada mais são que tentativas de proselitismo religioso e obtenção de fiéis, vídeos inúteis no youtube e livros pseudos sem revisão por pares como os artigos realmente científicos, vejo casos como DOver, criacionistas derrotados na tentativa de mascarar sua crença como ciênca. Tudo isso pra defender a literalidade dum livro milenar cuja filosofia inclui gigantes, unicórinios e animais falantes - daria pra dizer que é livro infantil ala Monteiro Lobato, se não tivesse é claro as partes de genocídio, guerras e escravidão.

      É, eu fico com os Biólogos, com os Astrônomos, Paleontólogos, Geólogos etc. Dispenso a ajuda Mats, como bem sabe faço parte dum ambiente com Astronomos, Biólogos, Filósofos e outros Intelectuais de verdade.

      E antes que venha com aquela listinha ridícula de discidentes que em maioria nem são das ciências biológicas, ou falar dum químico ou biólogo ou paleontólogo que não concorde com a comunidade científica - esses elementos são uma porcentagem medícore no meio científico e não provaram NADA; o fato de crerem num absurdo (a visão bíblica sobre o mundo) é fanatismo estúpido assim como há graduados que acreditam em discos voadores, terra-oca, terra-plana, universo-buraco-branco, etc.

      Passe bem

      Eliminar
    4. Parei de ler onde diz "Ciência oficial" :-)

      Mats

      Eliminar
    5. Mats, você parou a muito tempo, quando perdeu o cérebro substituindo neurônios por páginas da bíblia.

      ;)

      Eliminar
    6. Sempre achei que seria curioso saber como é que um criacionista cristão (como os que passam por este blog, ou estou errado?), consegue convencer alguém que é de outra cultura, por exemplo, um Dogon do Mali, ou alguém do movimento "Tuka" (um culto de carga) das ilhas Fidji, isto para não falar de culturas com maior expressão como seja Muçulmanos e Hindus, que a visão que eles têm da origem do universo está errada, mas que a dos criacionistas cristão é verdadeira...

      Seria sobretudo interessante, pois sempre que eles argumentassem "a Bíblia assim" e "a Bíblia assado", e os outros a replicar, "o nosso livro sagrado diz assim e diz assado"....

      Moral da história, ficavamos a saber ainda menos que antes... Seria algo digno de se ver!

      Ainda me falam de conveter ateus!... Mais vale deixar os crentes e ateus muito na paz do Senhor... :)

      Eliminar
  2. Sempre achei que seria curioso saber como é que um ateu evolucionista ocidental (como os que passam por este blog, ou estou errado?), consegue convencer alguém que é de outra cultura, por exemplo, um Dogon do Mali, ou alguém do movimento "Tuka" (um culto de carga) das ilhas Fidji, isto para não falar de culturas com maior expressão como seja Muçulmanos e Hindus, que a visão materialista e naturalista que eles têm da origem do universo está errada, mas que a dos ateus evolucionistas ocidentais é verdadeira...

    Seria sobretudo interessante, pois sempre que eles argumentassem "a minha interpretação da ciência diz que viémos deste animal" ou "a minha interpretação da ciência diz que viémos daquele animal", e os outros a replicar, "nós também acreditamos que viémos dum animal, mas não do mesmo animal que vocês ateus ocidentais pensam"....

    Moral da história, ficavamos a saber ainda menos que antes... Seria algo digno de se ver!

    Ainda me falam de conveter [sic] Cristãos!... Mais vale deixar os crentes e ateus muito na paz do Senhor... :)

    ResponderEliminar
  3. Caro Lucas,

    Antes mais, devo perguntar se já está melhor do estômago, pois parece que tem um muito mau humor... Pergunto porque será? Talvez falta de jeito para argumentar, digo eu!

    Entretanto, ao contrário de sua excelência diz, na ciência não há lugar para argumentações de eu crieio assim e eu creio assado.
    Existe antes de mais algo que vocês parece nunca conseguir compreender: método científico.
    Se não sabe o que é eu digo de uma forma breve: 1) elaborar uma hipótese, 2) formular uma tese para testar a validade da hipótese, 3) testar a hipótese, 4) analisar resultados e 5) propôr teoria caso a hipotese se revele mais capaz que as teorias actuais.

    Carissimo, se não percebe isto, esqueça! Deixe de dizer mais disparates e vá aprender!

    Moral da história: o que é que a minha interpretação da ciência tem que ver com as suas crenças? A resposta é nada! Ponto!

    Deixe-se de tretas e aprenda a perceber que a ciência é independente das crenças! É assim de base. Foi por isso que foi criada. Se não percebe isso, mais uma vez esqueça!

    Entretanto, se ainda não melhorou do estômago, desejo as sinceras melhoras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro António,

      Antes mais, devo perguntar se já está melhor do estômago, pois parece que tem um muito mau humor... Pergunto porque será? Talvez falta de jeito para argumentar em favor do evolucionismo, digo eu!

      Entretanto, ao contrário de sua excelência diz, na ciência não há lugar para argumentações de eu creio assim e eu creio assado, mas na teoria da evolução sim. Cada evolucionista tem as suas crenças cada evolucionista faz a sua interpretação pessoal dos dados.

      Existe antes de mais algo que vocês parece nunca conseguir compreender: método científico. É precisamente este método que nos faz ver que alegações em favor dos poderes criativos de forças aleatórias são algo sem qualquer tipo de suporte.

      Se não sabe porquê, eu digo de uma forma breve:

      1) elaborar uma hipótese, 2) formular uma tese para testar a validade da hipótese, 3) testar a hipótese, 4) analisar resultados e 5) propôr teoria caso a hipotese se revele mais capaz que as teorias actuais.

      Este método - que por sinal recebeu forte influência dum criacionista (Francis Bacon) - revela sem sombra que as alegações principais do evolucionismo são falsas. Não há "árvore da vida", não há "fósseis transicionais"; não houve "répteis a evoluírem para pássaros"; não houve animais terrestres a evoluir para baleias. Nada. Zero. Nicles.

      Carissimo, se não percebe isto, esqueça! Deixe de dizer mais disparates e vá aprender! Deixe de lado os livros do jornalista Dawkins, e leia livros de ciência a sério.

      Moral da história: o que é que a ciência tem que ver com as suas crenças evolucionistas? A resposta é nada! Ponto! Deixe-se de tretas e aprenda a perceber que a ciência é independente das crenças evolucionistas! É assim de base. Foi por isso que foi criada. Se não percebe isso, mais uma vez esqueça!

      Entretanto, se ainda não melhorou do estômago, desejo as sinceras melhoras.

      Mats.

      Eliminar
    2. Mats, Lucas, ou lá o que pretende deseja ser!

      De facto o seu mau humor é tal que já deixa mau cheiro, logo que começa a escrever.

      Caro deixe de lado as suas tretas e aprenda o método que serve toda a gente com um pingo de inteligência (coisa que além tem tanto em falta como tem em excesso de mau humor!)

      Ainda não via da sua parte qualquer critica digna à evolução ou à ciência. Só paleio da treta desgarrado, desconexo e sem sentido. Deve ser assim a sua vida: um completo desperdício!

      Se a crença é independente das crenças, porque insiste em dizer que a ciência está errada? É mesmo assim que prentendeu escrever ou é somente parvoíce? Tavez mesmo burrice!

      Os livros que eu leio não são da sua competência avaliar! Sua alteza leia lá a treta que quer e deixe o resto ler o que quer! Mas já agora gostava de saber quais são os livro de "ciência a sério" que se refere? Se for o lixo do Dembsky, do Behe e companhia estamos conversados. Também não podemos considerar a Bíblia que não é livro científico.

      Assim, espero novamente que tome a medicação e que os maus humores passem!

      Entretanto, melhore e aprenda a evoluir em vez de ficar estagando no tempo.

      Eliminar
    3. Entretanto, com este paleio todo, quase me esquecia: afinal, como é que um criacionista consegue convencer alguém de uma cultura diferente, uma sem contacto com o cristianismo, que a sua versão da criação é melhor? Que provas apresentaria? Que dados apresentaria?

      Em suma: como provar que o criacionismo é melhor que qualquer outra crença?

      Eliminar
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar

Se quiser filtrar algum ou alguns comentadores consulte este post.