quarta-feira, Julho 23, 2008

Bom e barato, V

Com estes vídeos podem perder quase duas horas, mas se tiverem em conta o que costuma dar na televisão penso que este investimento é melhor.

O primeiro é uma palestra da Jane Goodall na Universidade de San Diego, Reason for Hope. O tema é mais biográfico e pessoal que científico, mas esta mulher tem uma personalidade e uma vida tão interessantes como o seu trabalho (via Conta Natura).

O segundo é a palestra do Torsten Reil no TED Talks, Using biology to make better animation. A palestra é de 2003, por isso se quiserem ver como esta tecnologia está agora o melhor é ir ao site da Naturalmotion, ver o o vídeo do sistema Euphoria ou descarregar gratuitamente o Endorphin 2.7.1, uma aplicação para simular movimentos e comportamentos.

Eles usaram algoritmos evolutivos para treinar as redes neuronais que controlam estes comportamentos. Os criacionistas costumam apontar como os engenheiros se inspiram nas maravilhas da natureza mas esquecem que os engenheiros também se inspiram no processo que criou essas maravilhas. A evolução.

7 comentários:

  1. Still... e a natureza do processo e o seu sucesso... tão subtil e assim gentil?! ;)

    Bem, já vou no Dawkins... ando a progredir! :)

    Não tenho visto muitos vídeos, a minha conta tem limite e não me convém descuidar. Mas esses não parecem servir para o que pretendo.

    Talvez encontre no TED algo de interesse, só que aquilo que eu busco não deve ser fácil de encontrar.

    Aliás, pois se eu adoro desbravar silvas e mato...

    Rui leprechaun

    (...desvio-me do trilho batido e gasto! :))

    ResponderEliminar
  2. Já conhecia esse motor de jogo (Euphoria) no trailer do novo jogo do Indiana Jones: Indiana Jones - Teaser Trailer.

    É um exemplo do que já escrevi diversas vezes nos documentários (algoritmos evolutivos e redes neuronais). Mas o Mats não teve problemas em dizer no seu blog, de forma sarcástica, que a Teoria da Evolução não apresentou contributos utilitários.

    ResponderEliminar
  3. Ó Chefe:

    E não há nenhum vídeo de anedotas?!

    Tenho-me rebolado a rir com os disparates das Selecções... são nonsenses aos milhões!!! :)

    Olha uma perfeitíssima p'ra mim... se a morte não é o fim! ;)

    – Acredita na vida após a morte? – perguntou o patrão ao empregado.
    – Sim – respondeu o funcionário.
    – Ainda bem – disse o patrão. – Porque ontem, enquanto você estava no funeral da sua avó, ela apareceu aqui para visitá-lo.


    Ah! e para gente cheia de responsabilidade, isto também é verdade!

    O patrão diz para o candidato ao emprego:
    – Queremos uma pessoa responsável para este cargo.
    – Então, sou o homem certo – diz o jovem. – Em todos os lados onde trabalhei, sempre que acontecia qualquer coisa, diziam sempre que eu era o responsável.


    LOL !!!!!!!!!!!!!!!!!

    Pois é, tenho de intervalar...

    Rui leprechaun

    (...mas mato-me a estudar! :))

    ResponderEliminar
  4. A teoria da evolução está a criar coisas fantásticas no âmbito da computação. Novos algoritmos estão a ser criados de uma forma algo independente do "designer" e isso é fascinante.

    Lembro-me de há tempos ler sobre uns motores de jogo de xadrez cujos algoritmos no início não sabiam jogar xadrez de modo nenhum. Foram avançando, jogando umas variações contra as outras, até formarem um algoritmo bastante bom.

    Claro, não tão bom como o Fritz, mas esse teve décadas de "design".

    As possibilidades são extraordinárias.

    ResponderEliminar
  5. Pois essa história dos algoritmos também tem a ver com a "inteligência espontânea", mas a minha matemática não dá para avançar por aí... ;)

    A questão é que, se concebermos que existe já uma inteligência inerente às leis que governam o mundo físico, as possibilidades de interacções ou múltiplas combinações que resultam em resultados significativos são possivelmente bastante elevadas. Daí, a aleatoriedade não causal poder ser vista também como parte integrante de um tal processo inteligente automático.

    Pois, mas não é para mim o tratamento matemático nem informático de nada disto... só faço de teocrático idealista e imprático! Eu bem queria encontrar algo mais concreto algures por aqui, mas para já... nada!

    Enfim, vou continuar a explorar...

    Rui leprechaun

    (...divirto-me a estudar! :))


    PS: Ah! o Fritz já passou à história, agora o supercomputador é o Rybka!

    Podes seguir aqui os seus jogos e também as análises em tempo real que ele faz a partidas de Grandes Mestres, como o torneio de Biel, na Suíça, que decorre até final do mês... puxa p'la tola o maltês! :)

    ResponderEliminar
  6. Ludwig

    Grazzie. Já sei o que vou ver nas férias. Infelizmente tenho que te dar razão em relação à qualidade da televisão. Mesmo a pagantes.

    ResponderEliminar
  7. Ó pagante... mais culta e elegante! :)

    Olha uma anedota sem TV... que o Gnomo p'ra ti lê!

    – Essa agora! Então o senhor diz que é vegetariano convicto e está a comer coelho guisado!
    – Só por vingança. Então o miserável não comeu todas as minhas couves?!


    Agora, só falta uma com coelhinhas...

    Rui leprechaun

    (...e que gostem de abobrinhas! :))

    ResponderEliminar

Se quiser filtrar algum ou alguns comentadores consulte este post.