quinta-feira, janeiro 18, 2007

Canadá: terra sem lei.

Advertência: este texto pode conter vestígios de sarcasmo.

O Canadá está na lista negra dos EUA, e é merecido. Esse tal Canadá faz-se passar por um país civilizado, mas é uma terra sem ordem nem respeito pelo direito fundamental de cobrar dinheiro pelo entretenimento. No Canadá pode-se gravar um filme no cinema e nem se vai preso. Doug Frith, presidente da Canadian Motion Picture Distributors Association, exprime bem o desespero da situação (1):

«Front-line employees catch a guy sitting in the front row camcording Mission: Impossible III, they call police and they're told it's a matter for the RCMP because [the] Copyright [Act] is federal. [...] We don't want to have to prove the economic loss from distribution. We want it to be a Criminal Code activity to be caught camcording. Period.»

Nos EUA, desde 2005 que é crime usar uma câmara de vídeo no cinema (2), punível com até três anos de prisão, ou seis se o criminoso reincidir. No Canadá os pobres distribuidores sofrem enquanto criminosos perigosos gravam filmes impunemente. A lei Canadiana parece até troçar das vítimas, ao exigir que provem que sofreram prejuízos se quiserem meter alguém na cadeia.

Mas os EUA ameaçam retaliar com medidas drásticas, atrasando uma ou duas semanas as estreias dos filmes no Canadá. E tudo isto por culpa de legisladores que julgam que a arte é um fenómeno de criatividade cultural, e que pode sobreviver sem dinheiro para advogados, acordos de licenciamento, gestores de direitos, e legislação especial.

1- Gayle MacDonald, Pirates of the Canadians

2- Wikipedia, Family Entertainment and Copyright Act

1 comentário:

  1. Ainda bem que me cheirou a ironia amarga, fico mais descansado...

    ResponderEliminar

Se quiser filtrar algum ou alguns comentadores consulte este post.